Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

Vencemos o Vitória, a uruca e a CBF

América do Sul 300x250Foi uma jornada tensa, com aquela dezena de desfalques – entre titulares e até reservas imediatos –, em que o Galo teve de colocar o coração na boca para superar o bem montado time do Vitória. Sem grandes destaques, mas muito organizados em campo, os baianos valorizaram em muito a nossa vitória. Confesso que tinha expectativa de uma boa diferença de gols.

Na ausência de Victor, o treinador optou pelo Giovanni, que a meu critério é mesmo o imediato do titular. Alguns reclamaram, tendo em vista a última atuação do Uilson. Mas, embora tenha começado um tanto inseguro (tentando dribles e até escorregando), o goleiro salvou o Galo num rápido contra ataque do adversário quando o placar ainda estava no zero. Foi determinante para a vitória parcial ao final do primeiro tempo.

O gol, nos acréscimos da primeira metade do jogo, foi todo do Fred. Ele ganhou a disputa de um zagueiro e encontrou Carlos Eduardo, que num seu único lampejo em todo o tempo que esteve em campo devolveu ao “matador” que aliviou a massa, naquela altura já apreensiva. Foi dele também, Fred, o segundo e definitivo tento que garantiu a vitória, magra, mas que assegurou a pontuação esperada pelo Torcedor Atleticano. Fred ainda perdeu dois gols acertando a trave e Robinho outro com o gol escancarado. Felizmente, nenhum gol perdido fez falta de momento.

No mais, diria que me impressionou muito o tanto que os jogadores Atleticanos escorregaram em campo. Parecia aqueles jogos na Arena Corinthians, onde os funcionários do estádio molham o lado que o adversário vai defender. Sem qualquer manifestação da organização da competição, que finge não perceber. Aqui era nosso mando, será que o funcionário do Independência (que não deve gostar do Galo) aprendeu com os paulistas?

No Galo, entre o destaque individual do Fred Matador, acrescentaria uma boa surpresa: Carlos César não deixou sentir a ausência do Marcos Rocha. Foi preciso na defesa e apoiou com consistência as descidas pelo seu lado. Gabriel e Edcarlos, juntos, não comprometeram (apesar de o segundo ter escorregado bastante), não permitindo reclamar das ausências dos titulares. Já Carlos Eduardo não foi nenhuma surpresa. Jogou o que era esperado. Nada, apesar do passe para o primeiro gol.

Giovanni e EdCarlos - Galo e Vitória 07-09-16
Fotos: Bruno Cantini/Atlético

Gostei, ainda, que no sorteio inicial o Galo tenha ficado no primeiro tempo defendendo o gol do lado da Galoucura. É uma preferência pessoal, que aliada à superstição do blogueiro, sempre me agradou. Agora é continuar avançando na tabela, esperando que os principais concorrentes, como aconteceu com alguns nesta rodada, tropecem e sigamos em busca do título e vaga na Copa Libertadores do próximo ano.

O trio de arbitragem foi, no mínimo, fraco. Todos gaúchos, de onde não temos boas lembranças, inverteram marcações, tiveram critérios diferentes. Além disso, o juiz deixou de dar três escanteios para o Galo, optando por tiro de meta. Nas três oportunidades, Fred arrematou e a bola desviou na zaga. Ficou parecendo que não gosta do artilheiro Atleticano.

Em tempo: Não passou despercebido o atrito entre Clayton e Rafael Carioca na segunda etapa. O primeiro reclamou do companheiro numa determinada jogada, proporcionando – logo depois – o direito da inversão dessa cobrança. A hora é de somar, pensar em vencer e pontuar, depois que tudo estiver assegurado, podem até ir para a lona. Agora, não!

 

27 thoughts to “Vencemos o Vitória, a uruca e a CBF”

  1. Se não trocar esse departamento de fisiologia do Galo não vamos ser campeões de nada!!! Não é normal essa quantidade de contusões em nenhum time! Tem quase 1 time no DM cara**! Nenhum time está assim. Ontem vencemos sim, mas porque o time do Vitória é muito ruim. Imagina em jogos contra times fortes essa quantidade de lesionados. O Marcelo Oliveira ontem falou bem, se não melhorar isso, não vai ter entrosamento entre os jogadores. O Palmeiras que o diga, já é um time muito bem entrosado e organizado e sem essa quantidade de contusões que só existe no Galo. Na minha opinião, está na hora de mudar o setor de fisiologia do Galo. Pode ser de seleção ou que for, que vá para PQP e deixe o meu time em paz!

  2. Prezado Eduardo, gostaria de sugerir um tema que tem me incomodado para ser discutido neste espaço, que são as bolas aéreas tanto defensiva como ofensiva.
    O gol do Vitória foi muito similar aos gols sofridos contra o Santos e aos que nos eliminaram da Libertadores: os goleiros (tanto Victor como Giovanni) não saem e o posicionamento da defesa é errado.
    Na vitória contra o São Paulo no Morumbi levamos um sufoco danado em bolas aéreas, se não fosse o nosso goleiro em dia de Santo a vaca tinha ido pro brejo. Tem sido assim em quase todos os jogos.
    Ofensivamente perdemos muito também. O maior zagueiro artilheiro da nossa história ainda está na ativa, mas não marcou um gol sequer neste campeonato, assim como os demais zagueiros. Era uma jogada mortal nossa, desde a época da dupla com Rever e até com o Jemerson, que chegou a fazer 2 gols em 2 oportunidades ano passado (dupla Fla-Flu). Veja que a vitória do Palmeiras ontem só ocorreu devido a qualidade deste fundamento.
    É uma importante arma que não estamos sabendo usar.
    Enfim é uma sugestão de tema para nossas discussões.
    Grande abraço.
    Daniel

  3. Ganhamos, jogamos muito bem, mesmo com vários desfalques importantes, perdemos vários gols (é verdade que o Vitória perdeu um na cara também), e faturamos mais 3 pontos. Que o Galo continue nesta toada de vitórias (sem trocadilho), pois o título será nosso!
    PS: Hoje faço 45 anos, e tenho a felicidade de ter nascido no mesmo dia que o maior craque que Minas já viu, e um dos maiores do mundo (como não vi Pelé e Garrincha jogar, posso dizer que nunca vi jogador que sequer se comparasse a ele, a não ser Maradona, e olhe lá!) fez seu primeiro treino no Galo! Não podia ser de outra forma, eu estava predestinado a torcer para o fabuloso Clube Atlético Mineiro, o Galo forte e vingador! Obrigado, meu Deus, por ter me concedido essa benção de ser atleticano!

  4. Vitória importantíssima em cima do Vitória, mas que o time continua inconsistente em todos os setores do campo continua, falhou na defesa, no meio e no ataque, haja coração, valeu mais pela garra e talento de certos jogadores, se não vai na tática e técnica que seja na raça, principalmente quando o time joga com muitos desfalques. Acho que Cleyton e Carlos Eduardo são péssimos jogadores e deveriam ser vendidos oportunamente já que nossos jogadores vivem se machucando e precisamos contar com todos, bons e ruins, não temos alternativa. O mistério das contusões continua assombrando o Galo e ninguém mexe uma palha, tudo normal, mistério.

  5. Boa tarde ATLETICANOS!!, ontem ví o GALO pela tv juntamente com alguns AMIGOS, mas estávamos com com muita vontade de ir ao campo…. Acontece que moramos em Betim e ninguém havia comprado ingresso antecipadamente. Por duas vezes saímos de Betim para ver o GALO no indepa e só conseguimos ingressos nas mãos dos cambistas e ainda teve um jogo que ficamos de fora do “estádio”….. Acredito que assim como eu vários torcedores estão deixando de ir aos jogos por este motivo. Na minha opinião está na hora do GALO voltar a jogar no mineirão. Aí sim com 50 mil torcedores, faríamos pressão nos adversários.

  6. Jogo RUIM, mas valeu pelos três pontos. Não vou comentar sobre atuações individuais, porque os comentários acima já o fizeram bem. Queria utilizar o espaço para QUESTIONAR A PREPARAÇÃO FÍSICA E O DM. Vamos convocar uma coletiva para prestar esclarecimentos a torcida? Sugiro um tópico sobre o excesso de lesões e sobre o trabalho desenvolvido neste setor.

  7. Ao contrario de muitos, penso eu que o Galo está evoluindo no momento certo, apesar dos desfalques, ontem o time mostrou padrão de jogo, jogadores que vinham sendo sistematicamente criticados jogaram bem , casos do Carlos César, Cleyton e Carlos Eduardo por exemplo. Talvez tenha faltado comunicação no lance do gol do vitória, mas isso é aceitável para uma defesa com pouco tempo de treinamento e consequentemente desentrosada. Com relação ao numero de torcedores presentes, acredito que a diretoria deve fazer um esforço no sentido de reduzir o valor do ingresso, afinal é sabido que o nosso time é de massa e a grande maioria dos torcedores não tem condições de arcar com os valores praticados. E vamos, vamos Galo, ganhar o brasileiro!!!!

  8. Concordo com o Daniel, a torcida está devendo e muito. O Palmeiras botou 40 mil no jogo ontem e lá o ingresso é mais caro. Nos próximos jogos tem que lotar e transformar o Indepa num caldeirão. Em elação ao Clayton, não merece nem ficar no banco, preguiçoso, lento e sem vontade. Que seja vendido e esquecido lá no leste europeu. Carlos Eduardo não tem lugar nesse time, acho que em time nenhum, nem na série D. E pra fechar, o parceiro de zaga do Léo Silva tem que ser o Gabriel, infinitamente melhor e mais seguro que o Ronaldo. Saudações Atleticanas e vamo que vamo!!!

  9. Desejo fazer perguntas ao Sr. Marcelo Oliveira: quais os motivos em escalar Carlos Eduardo (de apenas uma jogada), Cleiton (apenas proporcionou um contra-ataque ao adversário), Yuri (se não estou enganado tocou na bola 1 (uma) única vez e não deu resultado algum), em detrimento a escalação do Datalo? Alguma intriga pessoal ou está procedendo assim para desvalorizar o preço de uma eventual renovação? Quem escala o time é o Técnico ou o Presidente?

  10. Bom dia,
    Concordo que o Carlos Eduardo rende quase nada nesse time… mas o que não pode mesmo é o sr. Dátolo ser chamado para ajudar o time 250 dias depois de se recuperar e negar ir a entrar, justificando estar inseguro, me ajuda aí pô! Aí teve que entrar com o Hiury, que pelo menos mostrou boa vontade.

  11. Vitória merecida e difícil. Mais uma atuação preocupante. Enfrentamos um adversário mais bem treinado que a gente e vencemos mais uma vez na categoria individual de nossos atletas. Achei correta a opção do Marcelo por Edcarlos e Gabriel, jogaram bem e não comprometeram. Carioca, em que pese o sacrifício de vir de Manaus no dia do jogo, fez péssima partida, errando muitos passes. Carlos Eduardo me lembrou demais outro meia gaúcho canhoto, Daniel Carvalho. Com lampejos de habilidade (como no passe para o gol), mas nitidamente sem ritmo de jogo e parecendo gordo. Será que o Grêmio não o quer de volta em troca da dívida do Victor? Podíamos tentar. Também vejo com preocupação a presença da Massa no campo. Além de estarmos levando pouca gente para os jogos, a torcida está muito calada, participando pouco das partidas. Que saudade do tempo em que a Massa realmente fazia a diferença e apoiava o tempo todo, principalmente nos momentos difíceis, quando o time mais precisa. Finalizando, Marcelo é boa gente, tem história no GALO, mas é inegável que o time não apresenta nenhuma evolução tática. Quanto mais treina, pior fica. Fosse o Vitória um adversário mais qualificado, teríamos perdido ontem. Eles mostraram o que eu gostaria que o GALO mostrasse: postura, marcação pressão na saída de bola desde o início, compactação entre os setores, jogadas ensaiadas, enfim, tudo que não temos. A diferença é que nossos atletas são melhores, muito melhores e mesmo com o elevado número de desfalques, ainda estamos brigando na ponta. Torço pra que Marcelo faça como fez no crüzeiro, seja campeão devido ao bom elenco, mesmo sem mostrar nada na parte tática. Mas ano que vem, precisamos de treinador mais qualificado, sem dúvida! SAN

  12. Infelizmente, a torcida saiu devendo ontem. Nos próximos jogos decisivos em BH, o torcedor terá que no mínimo sair roco.

  13. Se me permite caro Edu, eu gostei muito da atuação do Maicosuel, que apareceu em diversas jogadas. Acredito neste Galo desfalcado, e o Marcelo esta muito bem nas escalações.

  14. Vi muita gente reclamando ontem no Twitter após o jogo da falta de organização do time, descendo a lenha no Marcelo. Vale lembrar que dos 5 defensores, 4 são reservas. Sem contar a ausência do General. Qualquer time com tantos desfalques em sua defesa sofre muito, sobretudo na saída de bola. O que espero é que no Sprint final do campeonato, na hora da onça beber água, o elenco esteja à disposição do treinador, sobretudo nos confrontos em casa contra Palmeiras e Flamengo. Para o momento o que importa é vencer.
    Em tempo: como eu gostaria de ver o Galo jogando fora de casa como Atlético-PR e Vitória fizeram no Horto, marcando na frente e dificultando a saída de bola. Posturas como nos confrontos contra Grêmio e Santos não podem mais acontecer.

  15. SAUDAÇÕES ALVINEGRAS. UMA VITORIA IMPORTANTE PARA NOSSAS PRETENSÕES. MAS CONTINUO REAFIRMANDO E LEVANTANDO O DEBATE. LUCAS CÂNDIDO, JOGADOR NOVO, ATLETA PROFISSIONAL TENDO CÂIMBRA EM METADE DO SEGUNDO TEMPO. É NOTÓRIO QUE A PREPARAÇÃO FÍSICA DO GALO ESTÁ DE MAL A PIOR. E ALGO TEM QUE SER FEITO URGENTEMENTE. E DEVEMOS BATER NESSA TECLA POIS TIVEMOS 11 JOGADORES DE ALTO NÍVEL FORA. Victor, Marcos Rocha, Leo Silva, Erazo e Patric; Donizete, Junior Urso, Otero e Cazares; Luan e Pratto. COMO PODE UMA COISA DESSA..

  16. Foi um jogo muito bom, aberto, me impressionei com a coragem e postura do Vitória. Achei que estacionariam o ônibus na frente do gol, mas que nada, se postaram muito bem em campo, marcação adiantada que impôs muita dificuldade ao Galo, em alguns momentos nos induzindo ao erro. Por outro lado, nos proporcionaram contra ataques.
    Fred jogou muito, lutou, foi um líder. Não gostei da escolha pelo Carlos Eduardo em detrimento do Dátolo, em que se pese o passe para o gol, e mesmo depois da sua não utilização nas substituições. Tem caroço neste angú!
    Importante vitória principalmente considerando tantos desfalques, impossível não se relacionar ao mesmo momento do turno, felizmente com resultado melhor.
    Palmeiras, framengo e Atlético, nesta ordem, se desgarrando dos demais, parecem ser os que irão brigar até o fim pelo título. Ainda teremos jogos muito difíceis pela frente e sofrendo com os muitos desfalques que demorarão a voltar, mas se o grupo continuar empenhado ( e não demostra que se desmotivará), seguiremos muito firmes.
    Como é bom seguir em frente após mais uma vitória.
    Um bom final de semana a todos.

  17. Discordo de voce, na minha opinião Carlos Eduardo estava bem, no mais digo e repito, prefiro o Galo jogando com somente 1 centro avante ou seja Fred. O Pratto esta muito mal e o Fred além de goleador tem uma raça incrivel. Outro que estava muito mal o Rafael Carioca errando todos os passes, lento e os mesmos toquinhos para o lado sem objetividade. Observando o futebol de hoje em dia, o cara recebe a bola tem oportunidade de ir na vertical, mas não, vira o corpo e toca pra trás. Sou do tempo e admiro os times em que os jogadores recebem a bola a e partem para cima da defesa adversária vide Maicossuel. No mais não esperemos espetáculo todos os jogos serão durissimos, continuo acreditando que mais 4 pts poderemos estar no topo. Saudações Alvinegras.

    1. Concordo demais com você, Carlos Eduardo ontem jogou bem, Rafael Carioca deveria estar extremamente cansado, errou passes bobos e perdeu o tempo de bola por diversas vezes, fazendo faltas bobas. Discordo sobre o Pratto estar mal, ele não está fazendo gols, mas se movimenta muito, abrindo espaços na defesa pra Robinho e Fred, fora os ótimos passes para ambos.

  18. Dudu Bom dia!
    Estive no Horto ontem, pouco mais de 13 mil torcedores….concordo que é pesado o ingresso mais barato ser R$ 60,00, mas tenho visto uma falta de ”sinergia” da torcida com o time….Jogos de Palmeiras e Flamengo sempre lotados….sugiro que vc faça um post ”convocando” a massa pra lotar o Horto e Mineirão em jogos do Galo, precisamos caminhar juntos com o nosso time….
    No mais, vitória IMPORTANTÍSSIMA ontem, já que Palmeiras e Flamengo ganharam seus jogos…

    1. Concordo plenamente! O ingresso tá salgado sim… mas time está lutando por título! São 04 pontos do líder sendo que o confronto direto será aqui em BH! Quando o time lutava para não cair, lotávamos os estádios e , até mesmo, zuamos o lado fresco da lagoa que não fazia o mesmo em situação contrária. VOLTA MASSA! O Galo precisa de nós!!!
      “Você vai ficar em casa para ver o Galo ganhar, ou irá para o estádio faze-lo ganhar?!”

      1. Boa Felipe…..a Massa precisa voltar ”ao normal”, estamos brigando pelo título, precisamos por medo nos adversários e recuperar a fama do ”CAIU NO HORTO TÁ MORTO”……

    2. Parece que a crise só atingiu a torcida do Galo. A do Cruzeiro coloca 50 mil pessoas nos estádios. E está quase caindo para a segundona. Mais um mistério. O maior deles é o DM do Galo. Antes os nossos jogadores se contundiam durante os jogos. Depois passaram a se contundir nos treinos. Agora se contundem durante o aquecimento no vestiário. O próximo passo é se contudirem durante as instruções do Marcelo Oliveira.

  19. Vitória merecida. O Galo mostrou organização, apesar dos desfalques. O Dátolo já deve ter sido negociado, porque é um absurdo que ele ou o Clayton não são escalados em lugar do Carlos Eduardo. E, bem vinda a camisa alvinegra de volta! Com aquela branca, só empatamos.

    1. Vencemos , ufaaaa, eu acho que é assim que se conquista o título : não deixando a vitória escapar em casa, contra times que estão no fim da tabela. competência é tudo. apesar do Palmeirtas e Flamengo também terem ganho em casa, continuamos com chance. como disse o broca aqui acima, também não entendi porque o o Dátolo fica no banco assistindo a este jogador apenas regular do Carlos Eduardo jogar. coloco mais essa bobagem. na conta do Marcelo oliveira

    2. Só discordo sobre o Carlos Eduardo, achei que jogou bem o tempo em que esteve em campo, e para um jogador que estava parado e sem ritmo se movimentou bem e deu bons passes, inclusive para o primeiro gol. Acho que ele poderia ter muito mais oportunidades no lugar do péssimo Clayton que a meu ver já teve oportunidades demais e nada fez, erra passes de 3 metros e ainda briga com os companheiros de time. Até entendo que Clayton custou caro e precisa ser utilizado para uma valorização futura, mas que façam isso ano que vem, no campeonato mineiro, não disputando título brasileiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.