Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

Sábadão de alto astral na Cidade do Galo

Ontem, ao que pude observar – sem muita segurança – essa “normalidade” Belo Horizonte – que é o segundo nome da capital de Minas Gerais – retomou a alegria da convivência nos milhares de bares. Reconhecida ainda como a cidade que mais possui esses espaços em todo o Brasil, a cara boa e alegre do belorizontino comemorava também o fim desse isolamento total.

Se essa flexibilização vai continuar até que todos os setores retomem suas plenas atividades, vai depender do nosso comportamento individual. Obedecer, claro, todas aquelas regras e procedimentos de prevenção frente ao coronavírus. Coincidindo com essa reabertura, ontem foi o day after da sapecada de três a zero do Galo em cima do São Paulo. Camisas do Galo por onde andei. Fica bonito esse visual.

Considerando que a maioria esmagadora da população da cidade e do Estado é Atleticana, os poucos da minoria se uniram ao chororô da mídia do eixo para reclamar do tal gol anulado dos paulistas. Interessante, entre todos os que ouvi, nenhum deles disse absolutamente nada sobre a penalidade a favor do Galo e o lance – claro – de expulsão de jogador do São Paulo. Reconheço os três erros da arbitragem, disse isso aqui ontem, embora o lance invalidado seja o mais discutível entre todos.

Não vi ou ouvi também – e isso não foi de ontem, mas por décadas – nenhum comentarista do eixo, por exemplo, comentando sobre o impedimento descarado do Mário Tilico na semifinal com o mesmo São Paulo aqui no Mineirão. O árbitro foi José Mocelin, gaúcho como Jean Pierre de quinta e como Simon, validou e tirou o Galo da final no dia 25 de maio de 1991.

Igualmente não me recordo desses comentaristas, com panca de isenção, comentar as lambanças de Aragão e Wright nas partidas com o Flamengo decidindo título Brasileiro e vaga na Libertadores. Até este blogüeiro que se confessa radical e pragmático com o Galo, admite que possa ter havido erro no lance reclamado. Mas, também nos outros dois que o Jean Pierre afrouxou.

Enfim, com VAR ou sem VAR, sempre nos prejudicaram. Esse mesmo recurso, na segunda rodada, validou um gol irregular do Jô contra o Galo. Algum comentário na mídia do eixo com essa mesma veemência? Nada! Por isso que a Alemanha meteu sete a um. Enquanto isso, seguimos agora pensando no Coritiba e Santos, domingo e quarta próxima. O Galo precisa trazer quatro ou seis pontos nas duas partidas, isso nos mantém na briga pelo título.

Paralelo a isso, ontem tivemos duas notícias fora de campo que foram muito bem recebidas pela Massa. O alvará que autoriza o início das fundações e edificações do Estádio do Galo. Vale dizer, com o serviço de terraplanagem – ao que parece, até em ritmo adiantado – vamos agora acompanhar as obras de construção civil. Como bem disse Rubens Menin, a possibilidade de o Atleticano assistir aos jogos do Galo na nossa Arena está cada dia mais próxima e deverá ser antes do prazo previsto.

A outra, também bastante alvissareira, trata da reaproximação do nosso mecenas com o prefeito Alexandre Kalil. Ao que percebo, essa rusga entre os grupos no Galo, vem sendo fomentada por interesse político eleitoreiro de concorrente à Prefeitura de Belo Horizonte. Nem entre os Atleticanos, esse interessado se encontra, porém contribui muito para os episódios recentes. Essa possível reaproximação, ao que sinto, interessa ao futuro do nosso time do coração.

Para fechar, já que falamos de Estádio e Rubens Menin, tenho sido procurado por Torcedores com o desejo de visitar as obras em andamento. Inicialmente, preciso dizer que nunca estive no local, só passei ao lado. Na sede do Galo, seguramente, não vou tem alguns anos. Vou ao Diamond, na Loja, mas na sede não tenho esse hábito. Até porque sei que tem gente lá dentro, remunerado, que contribuiu para esse distanciamento. Torço pelo time e não por diretoria.

Pois, mesmo assim, para repassar aos interessados, procurei me informar a respeito dessas visitas. Numa primeira mensagem, em função da COVID, me foi falado que só levaram influencers. Irão criar, com início ainda neste mês de setembro, o Centro de Experiência, com deque para observação da obra e prevenção dos protocolos sanitários. Depois, a meu pedido, seria enviado um áudio para passar aos que me apresentarem essa solicitação toda essa explicação.

Aguardei dias e cobrei por duas vezes o prometido. Da primeira vez, sob a justificativa de muita correria, recebi uma mensagem com “vou te mandar”. Dois dias depois, voltei ao assunto e recebi essa resposta curta e direta que transcrevo. “Pede para acompanhar nas redes sociais da Arena. Lá sempre falamos das promoções relacionadas à visita. Mais fácil”. Diante disso, fica aí a dica aos interessados.

No meu caso, como chegou a ser sugerido na primeira resposta, não tenho interesse em entrar no canteiro de obra. À distância e pelas imagens de drones – não daqueles que adiantam a escalação do time – me satisfazem muito melhor do que na poeira da obra. Quero, como sempre manifestei, é comprar minha cadeira cativa.

17 thoughts to “Sábadão de alto astral na Cidade do Galo”

  1. Boa tarde MASSA!

    Eu acredito que serão 6 ptos. Não o por que se ser menos do que isso. Aqueles 3 ptos perdidos para o bostafogo estão me tirando o sono.

    A respeito do estádio, segue vídeo sobre o Centro de Experiência.

    https://youtu.be/902WZnXi-ys

    SAN

    BORAAAA 999AAAALLLLÔOOOOOOOOOOOOOOOO!!!!!!!!!!!!!!

  2. Oi Eduardo e Amigos, boa tarde!

    Dois jogos fora de casa. Toda atenção deverá ser dada. É que o Galo não regula muito bem fora de seus domínios.

    É manter o foco e jogar com raça para garantir pelo menos uns 4 pontinhos. Time para isso, agora temos.

    Saudações Alvinegras,

  3. Caros,

    ATENTOS e SETTE, Fi, é NOIS! Os ‘ESPERTOS” são criadores de FACTÓIDE: ah! os juízes e O Garfo atuam pros DOIS LADOS!…

    FAKENEWS!

    1º: ñ existe NEUTRALIDADE e muito menos INOCENTE! Qnd KALIL, O Maior de Todos os Tempos, excelente no municipal, vetou O Garfo brasileiro em jgs da LA13, confirmou a SUSPEITA! Olha esse Márcio Rezende aí, O Cara de Pau é mineiro, teve SENVERGONHICE deslavada de fazer serviço contra o Galo em favor da paulistada…O q Kalil nos provou com os vetos? Duas: Levantou A Suspeita e A Certeza de q é possível VENCER e,…Tem q levantar a suspeita! FATO!

    SETTE, fI, a briga é de cachorro grande pelo CANECO!, se vc ficar enfiado nessa de ESTÁDIO, o trator vai passar de novo…Existem no mínimo 10 postulantes ao título, todo ano. Todo ano vai ser assim, ano após ano, ano q vem, daqui 5, 10 anos…A Construção de estádio ñ muda nada, ñ acrescenta à glória (time nenhum é GLORIOSO pq tem estádio), mesmo pq já TEMOS dois.

    SOBRE ESTÁDIO: O estádio q interessa AO TORCEDOR é o estádio PRONTO E ACABADO! Ou será terraplanagem 1º turno, alicerce, um quadriangular, a distribuição do names rights, a semifinal, e?…é muita ALIENAÇÃO frente um TEMA q já tá definido, todos sabem o final: VAMOS TER ESTÁDIO PRONTO E ACABOU!

    Ñ VAMOS NOS DISPERSAR: papo de estádio é conversa mole da TURMA DO PORTÃO SETTE DO SENTAÍ! Será q essa turma engana?, com esse perfume de carne estragada salgada de bicho morto…

    O Q INTERESSA AO TORCEDOR verdadeiro É TIME COMPETITIVO ano após ano, com jogadores identificados com o torcedor, DENTRO DE CAMPO! Sette ta no caminho certo com SAMPAOLI e AMattos!

    Ñ vamos nos dispersa!:

    Enquanto isso, é só o Amor ô ô :

    – Alô Zé, fala cara! Bom dia! ô cara, sei tá difícil ai, ce ta correndo atrás aí, tá fácil prá ninguém!…
    – quem tá falando, porra?
    – Pô Zé, calma, beijão no coração, te amo, manda no face, ou seu insta pra mim! beijos cara! Aqui é o DraNevych, da deis, do CSA! Conversei com pessoal, tão amargurado!…Zé dá prá mim adiantar pelo menos aqueles 60%?
    – Porra DraNY, comé é q ce consiguiu meu número, porra? Beijo no coração o carai, sô casado, meu casamento brilha, mais num dispensei o BRILHANTE, tô na seca, ñ, ô mané!
    – Zé e Antão? E o seguinte, tô no sul do Brasil, tô dispensado no momento, já é, mais ainda tô aqui, vim prá Pelotas!…
    – Pelotas?…sniff sniff sniff! … Num trabalho com pelotas ñ, ô! Ó, qnd tava afundando junto c cabuloso só mexia era com Alex do coxa, Ronaldim trava, Fábio di Costas…teve uma situação, sujou, pintou uma paia, pegaram uma poeira no meu carango!
    – …pô, cara, q merda q ce tá, hein? Ainda bem q sai fora pelas portas do fundo. – ô, num rola nem um jabazim, Zé?

    De repente, barulho de helicóptero, explosão de bala zumzum, tamanco e anáguas e patois mil pro alto….uma algazarra. Era a PF saculejando em Barro Preto, prá averigação do dia a dia…Zé, ninguém sabe ninguém viu, e a última q se ouviu foi um barulho de descarga…q sujeira!

    Foi qnd mensagens de duplo sentido(?), ambíguas(?), q partiam do CTdoGalo passando informação do AnoQVem pros adversários , começaram a surgir tb no CANTINHO SÓ NOSSO!

    AQUI É GALO?
    AQUI É GALO!
    GALO SEMPRE!

  4. boa tarde Eduardo e massa. grande texto Eduardo. somos roubados a décadas pela cbflixo. globolixo. rato. Aragão e companhia. o São Paulo foi prejudicado no gol deles mas o galo é prejudicado a décadas. está na hora do 7 câmera ficar de olho. mas precisamos urgente de reforços. a galo nos deixa sonhar. vai galooo.

  5. Bom dia,

    Utilizando das palavras do “JBHGALO” diria que nosso jogador que mais jogos fez em 2020 até o momento, Hyoran – 25 jogos, teve o papel decisivo nas últimas vitórias do nosso time.
    É jogador de confiança do treinador e o treinador que o atleticano parece confiar, então não cabe mais ficar questionando sua escalação.
    Mattos está arrumando lugar para os encostados, só que ao que me parece, os times não deveram pagar os salários, precisa desonerar essa folha salarial, para assim poder pensar em mais umas duas contratações, o mercado esta com a mesma visão da torcida do Galo, ninguém quer o José Welison, quem foi o camarada que viu algo neste jogador?
    Como disse o Eduardo, precisamos retornar dos jogos fora com pelo menos 4 pontos, é bem possível.
    Bom sábado a todos!

  6. Eduardo,você poderia por gentileza procurar saber alguma informação sobre o manto da massa,pois já passou da data estimada e nem a diretoria e nem a imprensa divulgam mais nada sobre o mesmo.

  7. Não podemos esquecer da final de 77 onde Chicão e Neca(ex-maria) quebraram o Ângelo pisando no joelho e NAO FORAM EXPULSOS, o que poderia mudar o rumo do jogo. Depois o jogo foi para os pênaltis e o resto da história a gente não precisa comentar.

  8. Caro amigalo J. Antônio

    Perfeito seu comentário.

    Há tempos eu não presenciava e sentia uma atmosfera tão favorável em nosso clube. Estádio em construção, investidores satisfeitos, presidente atuante, comissão técnica competente, mudança na mentalidade administrativa, jogadores de bom nível técnico, comprometidos e empolgados com o trabalho, e torcida engajada.
    A única coisa que pode comprometer nosso sucesso são as cobranças exacerbadas, descabidas e desproporcionais que nós mesmos torcedores fazemos. Se estas cobranças já estão sendo feitas com o time ganhando imagine diante de algum tropeço?
    Criticar sim é um direito de todos, mas dentro da razoabilidade e parcimônia. E hoje para mim, qualquer jogador que vestir a camisa do clube e for comprometido, mesmo não tendo um desempenho que eu espero dentro de campo, vou apoiá-lo.
    Digo isto, porque vejo vários aqui e em outros canais criticando jogador do elenco atual de maneira desproporcional, se esquecendo de que há pouco tempo, estes mesmo torcedores batiam palmas pra Elias bunda de bigorna, Frecone, Bolt,Emerson Conceição, Arouca entre outros que usurparam o clube durante suas permanências aqui!

  9. Caro Eduardo, eu estava no Mineirão nesse jogo de 91, depois empatamos com um gol de cabeça do zagueiro Cléber, mum cruzamento do Edu Lima. No gol do SP, Mario Tilico estava claramente impedido! No jogo de volta, tbm fui ao Morumbi, empatamos em 0 a 0 e fomos eliminados. Ao final desse jogo, o Afonso Paulino invadiu o campo pra dar uma dura no juiz. Tínhamos ótimo time, bem treinado pelo Jair Pereira: Carlos, Alfinete, Cléber, Fernando e Paulo Roberto; Éder Lopes, Moacir e Marquinhos; Sérgio Araújo, Gérson e Edu Lima. Outra coisa, chamo atenção pra a entrevista do Rafael falando do Victor. O maior goleiro de nossa história além de craque, é um grande ser humano! Merece todo, todo nosso respeito! Bom sábado pra todos! SAN

      1. Depos do final dos 80, e do inicio dos 90, O Galo teve uma fase ruim, apesar dos bons resultados em 94 (viemos da repescagem, primeiro grande trampo do Levir no Galo, mesmo sendo um treinador em inicio de carreira, acabou com a esculhambação que era a selegalo,”treinada” pelo valdir espinosa, parça do Renato. Afastou os medalhões, montou time modesto e comprometido que venceu a repescagem e foi quarto no brasileiro), 96, 97 e 99. Mas tenho muitas boas lembranças dessa época. Galo jogava muito no antigo Horto. Eu ia a pé, da Floresta onde morava. Muitas vezes sem grana pra entrar, ficava de fora escutando o burburinho do campo. Estou aqui, em minha casa, bebendo minha última taça de vinho, escutando um blues das antigas e relembrando com saudosismo (saudosismo do bom, lembrando com carinho, mas sem ficar preso ao que já passou. O que está por vir sempre é o mais importante!), da presença marcante do Galo na minha vida. O Galo sempre foi minha referência. Viver o Galo é o melhor. Grande abraço para todos. Vir aqui todos os dias, ler as opiniões, escrever a minha. Concordar, discordar, é bom demais! Obrigado a todos por isso! Obrigado, Eduardo! Sigamos! SAN

  10. Faltou um aí para q a trinca “war” anti-GALO fique completo,meu amigo temporão!
    Romualdo Arppi Filho, o “coluna do meio”. Todos os jogos q ele conduzia terminavam empatados. rsrs
    Qto a dor de cotovelo dos experts bairristas, é melhor nem dar Ibope, deixaram de comentar a grande partida de futebol q os dois times praticaram, para brigar contra a tecnologia que ELES mesmos cansaram de pedir. Se o gol anulado fosse do GALO e o pênalti ñ marcado p a turma do pantone gigante,a polêmica seria o pênalti com toda certeza. Como dissestes no post anterior, cínicos!
    Saudações Atleticanas .#GALOSempre

  11. Bom dia Eduardo, Lucy, atleticanos e atleticanas,
    os bons ventos não param de soprar a favor, contra esse só alguns torcem contra!!!!!
    Bom demais ver que, a cada dia que passa, o sonho da maioria esmagadora da torcida atleticana vai se tornando realidade, ter o nosso estádio, o mais moderno da América latina, totalmente pago com nosso dinheiro sem dever nada (pelo menos financeiramente, porque temos uma dívida de gratidão com atleticanos abnegados que estão contribuindo e muito pra realização de sonho)…
    Abril de 2022, essa é a data provável da inauguração segundo o Menin!!!!!
    Se tudo der certo quero estar lá pra ver!!!!!
    Que os ventos continuem a soprar a favor e leve pra bem longe do Galo, os “do contra” que não contribuem com nada para a melhoria do Galo.. A única “contribuição” que dão são críticas infundadas e sem respaldo…..
    um ótimo fim de semana e continuem se cuidando que o vírus só espera uma oportunidade…Ontem dei uma “passada” na Adega da Cachaça só pra ver a galera e o Lima… Todo mundo bem, ainda bem…..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.