Próxima estação: Paralimpíada

Publicado em

Pouco mais de duas semanas depois do encerrramento da Olimpíada, Londres está preparada para a que promete ser a maior edição da história dos Jogos Paralímpicos, que reúne desta quarta-feira até 9 de setembro mais de 4.200 atletas de 165 países.

Mais uma vez, a pontualidade britânica foi fundamental para pôr abaixo os tradicionais anéis olímpicos e caracterizar toda a cidade com o “agito”, símbolo usado pelo Comitê Paralímpico Internacional (IPC), que significa movimento. O vermelho, azul e verde representam as nações, uma vez que são cores usadas na maioria das bandeiras.

Desde semana passada, os agitos passaram a fazer parte do cenário londrino, decorando pontos turísticos como Trafalgar Square e Tower Bridge. A logo dos Jogos londrinos também é diferente em relação ao da Olimpíada.

As principais estações receberam sinalização especial para facilitar a locomoção de cadeirantes e deficientes visuais e os mais de 6 mil voluntários receberam orientação especial. O título deste blog é, justamente, a um dos componentes mais familiares do cenário londrino: o metrô. “Mind the gap” é uma aviso nas estações para os usuários tomarem cuidado com o vão entre a plataforma e o “tube”. E como acessibilidade e e transporte público são pontos fortes desta Paralimpíada (vocês vão ver em outros posts), o título veio a calhar.

All aboard! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *