Planejamento da Seleção depende de definição da vaga olímpica, afirma Magnano.

Publicado em
 

Em passagem por Belo Horizonte nesta semana para participar de uma clínica com atletas de 13 e 14 anos promovida pela Federação Mineira de Basquete (FMB), o técnico da Seleção Brasileira, o argentino Rubén Magnano, disse ao blog que espera a definição da vaga olímpica para montar o planejamento de 2015. Isso porque a Fiba não classifica automaticamente o anfitrião para os Jogos Olímpicos e costuma ser rigorosa quanto ao convite. O anúncio, no entanto, não deve ocorrer antes de março.

“Ainda não temos respostas quanto ao nosso calendário (de 2015). Temos Mundial Universitário, na Coreia do Sul, que praticamente bate com o Pan Americano, além do Pré-Olímpico. Não podemos fechar o calendário pois não sabemos se a equipe vai estar classificada para os Jogos Olímpicos ou não. Acho que até março não teremos a resposta. Isso (a resposta) vai nos dar claridade para planejar, quanto a nomes, tudo.”

Apesar da rigorosidade, a Fiba concedeu a vaga aos anfitriões das últimas edições. Em 2012, por exemplo, a Grã-Bretanha precisou de se submeter a critérios, como compromisso com legado, além de bons resultados em campeonatos locais para se classificar.

Foto: Thiago Pires/FMB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *