[GUIA DA NBA] Brasileiros – Faverani? Sim, é nosso

Publicado em

A temporada que começa hoje será de afirmação para três experientes brasileiros – os pivôs Nenê, Anderson Varejão e Tiago Splitter – e pode ser a consagração de um desconhecido: o pivô gaúcho Vítor Faverani. Dono do maior salário do Wizards (US$ 13 milhões), Nenê tenta levar o time aos playoffs. O capixaba Anderson Varejão, depois de início de temporada impecável em 2012 (chegou a liderar a lista de rebotes), tenta se reafirmar após a lesão que o tirou de combate por 10 meses. O catarinense Tiago Splitter, bastante questionado por imprensa e torcedores, continua como titular no San Antonio Spurs.

A grande novidade é o gaúcho Vítor Faverani no Boston Celtics. Rosto e nome desconhecido no Brasil, ele conquistou, porém, a confiança do técnico Brad Stevens (substituto de Doc Rivers, que foi para o Clippers). Faverani saiu do país com 14 anos para morar na Espanha, onde defendeu diversos times até chegar ao Valencia, despertando a atenção da liga. Em julho, fechou contrato de três anos com o Celtics.

Com 25 anos e 2,10m, ele chegou aos Estados Unidos e marcou território logo na pré-temporada, pela força física, disposição e versatilidade. Na semana passada, foi titular pela primeira vez e surpreendeu, com 15 pontos, além de sete rebotes. Em seis partidas, o brasileiro teve médias de 7,3 pontos, 4,4 rebotes e 1,3 toco em 15 minutos em quadra.

SEM CONTRATO Se um brasileiro chega, outros dois saem: depois de não se firmar no Celtics, o mineiro de Juiz de Fora Fab Melo chegou a ser envolvido em troca com o Memphis Grizzlies e em seguida treinou no Dallas Mavericks, sendo dispensado de ambos. Scott Machado (filho de brasuca, mas nascido nos Estados Unidos) foi dispensado pelo Utah Jazz.

Os dois brasileiros escolhidos no draft, Lucas Bebê e o mineiro Raulzinho, também não conseguiram contrato e vão permanecer no basquete espanhol. A situação é delicada também para o ala Leandrinho, que pode ficar de fora da liga pela primeira vez desde 2003. Em recuperação de cirurgia num joelho, o paulista não teve o contrato renovado com o Washington Wizards.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *