Conflito entre patrocinadores pode ter tirado Brasil x França do Mineirão

Publicado em

Um conflito de interesse entre os patrocinadores da CBF e da Fifa pode ser o pivô da mudança do amistoso entre Brasil e França do Mineirão para a Arena Grêmio, em Porto Alegre, anunciada ontem pelo clube gaúcho. A partida está marcada para 9 de junho. No entanto, os estádios que vão sediar jogos da Copa das Confederações, caso do Gigante da Pampulha, têm de estar à disposição da entidade máxima do futebol a partir de 25 de maio, para preparação e instalação de placas de publicidade.

Como os patrocinadores da Seleção e da Fifa são diferentes – alguns deles concorrentes, como as operados de cartão Visa e Mastercard e as empresas telefônicas Vivo e Oi, por exemplo –, a própria CBF já havia cogitado a possibilidade de levar o clássico para a recém-inaugurada arena gremista, que não receberá jogos da competição internacional. Por contrato, a CBF precisa divulgar suas 12 patrocinadoras nos amistosos do time principal, o que não seria possível no Mineirão.

SUPRESA MINEIRA

O anúncio da mudança pegou a todos de surpresa, principalmente a Secretaria Extraordinária para a Copa do Mundo de Minas Gerais (Secopa-MG), que recebeu a garantia do próprio secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, de que a partida seria no Mineirão, como forma de reconhecimento pelo bom andamento das obras de reforma do estádio, entregue dentro do prazo, em 21 de dezembro.

“Quando a CBF nos comunicou do amistoso, nós sabíamos que estava dentro do período exclusivo da Fifa para a Copa das Confederações. Mas como o próprio Valcke confirmou o jogo, essa questão estava resolvida”, explicou o secretário Tiago Lacerda, da Secopa-MG, que ainda aguarda um contato da CBF. “Tentei falar com o Marin (José Maria, presidente da entidade), ontem, mas ele estava viajando. Vamos esperar uma posição oficial da CBF para nos pronunciar.”

MARIN JÁ SABIA

No fim do mês passado, Marin já alertava para a dificuldade de um acerto para a Seleção jogar em Belo Horizonte em junho. “Como temos patrocinadores diferentes, isso está dificultando um pouco jogar nesses locais. Mas, contra a Inglaterra, deve ser mesmo no Maracanã”, afirmou a um jornal paulista, durante o sorteio dos grupos da Libertadores, no Paraguai.

SURPRESA GAÚCHA

O anúncio da ida do amistoso contra a França para Porto Alegre surpreendeu também os gaúchos. “Ele (Marin) nos contatou, nos informando que a partida seria aqui em reconhecimento ao trabalho da Federação Gaúcha de Futebol (FGF). Sempre que nos encontramos com ele, pedimos um jogo da Seleção aqui em Porto Alegre, mas não esperávamos esse contra a França, pois a gente imaginava que seria em BH. Nos pegou de surpresa”, afirmou o vice-presidente da FGF, Luciano Hocsman, ao EM por telefone.

OUTRO JOGO EM BH

Tiago Lacerda assegura que Belo Horizonte, apesar de perder o clássico contra a França, vai receber um jogo da Seleção ainda no primeiro semestre, como evento teste para a Copa das Confederações. “Temos a certeza de que o Brasil jogará no Mineirão. Vamos conversar com o Marin e confirmar nova data.”

No entanto, o Brasil já tem compromisso nas quatro datas-Fifa destinadas para amistosos neste semestre. Desta forma, a Seleção poderia fazer amistoso em outra data apenas com jogadores que atuam no país, o que prejudicaria os times brasileiros.

Foto: Rodrigo Clemente/EM/DA PRESS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *