Após duas temporadas, Raul não é mais técnico do Minas

Publicado em

Após duas temporadas, Raul Togni Filho  não é mais o técnico da equipe de basquete do Minas. Quadrifinalista do Novo Basquete Brasil (NBB), o treinador foi comunicado sobre sua demissão no fim da tarde desta segunda-feira, quando se preparava para viajar ao Rio para um curso da Confederação Brasileira de Basquete (CBB), representando o clube.

O anúncio pegou de surpresa o próprio Raul, que trabalha há sete anos no Minas – os cinco primeiros, nas categorias de base. Depois de período de férias, ele retomaria os trabalhos nesta semana.

“Estava me preparando para a viagem, quando fui chamado para uma reunião e me explicaram que os resultados não estavam agradando, que eles iriam priorizar outro método de trabalho. Logo percebi que eu não estava nos planos. Agradeci pela oportunidade, pelo tempo que fiquei no clube, e saí”, explicou o treinador, por telefone, ao Superesportes.

Raul assumiu a equipe principal na temporada passada, promovendo vários atletas da base. Com um time inexperiente, ficou fora dos playoffs, terminando em 13º entre 15 participantes. Com a chegada do novo patrocinador, em meados do ano passado, ele teve um grupo mais forte para trabalhar, embora a montagem tenha sido tardia. O time minas-tenista terminou a fase de classificação em 10º (16 vitórias e 18 derrotas) e, nas quartas de final, foi eliminado pelo São José, por 3 jogos a 1.

“Mantive minhas convicções durante todo o tempo à frente da equipe. Infelizmente, o esforço não se transformou nos resultados que diretoria e patrocinador esperavam. Fui pego de surpresa e nem tive tempo de pensar no futuro. Vou continuar estudando, me preparando para novas oportunidades”, comentou o Raul.

Raul é o segundo técnico demitido nos últimos meses. Após o fim da última Superliga Femina de Vôlei, Jarbas Soares também perdeu o cargo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *