A volta por cima de Leandrinho

Publicado em
O primeiro título do Golden State Warriors em 40 anos marcou a redenção de um jogador em especial: o brasileiro Leandro Barbosa, de 32 anos, que, por muito pouco, teve de dar adeus à NBA. Leandrinho passou por sete times em cinco anos, sendo dois no Brasil, rompeu os ligamentos do joelho em 2013 e, para retomar seu espaço na liga, fez contratos de produtividade com o Phoenix Suns. No ano passado, assinou sem garantias com o Warriors e contou com a confiança do técnico Steve Kerr, que havia sido seu dirigente no Phoenix Suns, para se reafirmar.
Leandrinho já não é o mesmo ala-armador veloz de 10 anos atrás, claro. O paulista chegou à liga em 2003, para defender o Phoenix Suns, depois de ser campeão nacional pelo Bauru. Sua melhor fase foi na franquia do Arizona, onde foi eleito melhor sexto homem em 2007. 
Os anos de ouro do brasileiro, entretanto, seriam interrompidos quando saiu da equipee, em 2010. Desde então, passou por Toronto Raptors, Indiana Pacers, Boston Celtics, Washington Wizards (sem atuar) e voltou ao Suns, sem conseguir se firmar. Em 2011, durante o locaute da NBA, ainda defendeu o Flamengo e, em 2013, quando se recuperava de grave lesão, jogou pelo Pinheiros. 
No fim do ano passado, fechou com o Golden State Warriors, para compor o grupo e ser uma boa opção no banco de reservas (um substituto para Jordan Crawford). Não foi brilhante na temporada, mas foi útil com média de sete pontos em 15 minutos por jogo. Nas finais, pontuou nos seis jogos, com destaque para o jogo 5, quando fez 13 pontos. No jogo do título, fez 5. 
O contrato de Leandrinho termina ao fim desta temporada e ele ainda não sabe seu futuro. Mas o título, certamente, prolonga sua permanência na NBA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *