Goste ou não do jeito dele, a verdade é que Jair Bolsonaro foi eleito assim: sem nenhum freio na língua

E a vitória conquistada em 2018 não foi apenas por defender bandeiras conservadoras ou por não ter seu nome envolvido em corrupção que Bolsonaro se destacou no cenário político. Esses elementos ajudaram e muito o nome dele a ter um destaque diferenciado, mas um dos principais fatores que fez Bolsonaro ganhar fôlego foi justamente dizer o que pensa.

Sem filtro, sem o politicamente correto e sem estar num pedestal polido e distante da realidade de muitos brasileiros.

A transparência de Jair Bolsonaro fez com que muitos se identificasse não apenas com o que ele diz, mas na forma de jogar as verdades enquanto muitos trabalham para escondê-las.

É óbvio que Bolsonaro não é mais um deputado federal como antes, e precisa estar a altura do cargo de presidente da República. Isso é óbvio.

Contudo, aquele Jair Bolsonaro, que desde o início falou a língua do povo, que sempre jogou verdades diante do cenário político, não pode morrer.

E foi justamente o ‘Bolsonaro raiz’ que surgiu no discurso da Assembleia Geral da ONU 2020.

O presidente brasileiro fez um excelente discurso. Defendeu a soberania brasileira; escancarou a ditadura da Venezuela; parabenizou a atuação de Donald Trump na pacificação do Oriente Médio; destacou o papel da família, os valores cristãos e repudiou a onda de cristofobia ao redor do mundo e que tenta avançar no Brasil. Por fim, deixou extremamente claro que a Amazônia é nossa.

Por Davy Albuquerque

3 thoughts to “Goste ou não do jeito dele, a verdade é que Jair Bolsonaro foi eleito assim: sem nenhum freio na língua”

  1. Parabéns ao Davy Albuquerque e ao Neimar: análise perfeita do Presidente Bolsonaro.
    E aí cabe lembrar de um erro crasso de Sérgio Moro e Celso Mello, o erro de achar que a divulgação da tal reunião ministerial seria o fim para o presidente e, claro, foi o contrário, lá se mostrou que o Bolsonaro é a mesma pessoa na rua e entre 04 paredes, ele não tem duas caras.
    Com Bolsonaro : “what you see is what you get”.
    Franqueza e honestidade não são qualidades encontradas geralmente em políticos, daí a sensação de estranheza de algumas pessoas.
    Mas, quem votou nele, já sabia destas qualidades e felizmente ele não mudou em nada.
    E, para terminar, ao Moro e ao Celso Mello, o meu agradecimento pois o mau caratismo e o oportunismo de ambos fez um grande favor ao Presidente.

  2. Todo falastrão é na verdade um covarde. Bolsonaro, como dizia Renato Russo: “Fala demais por não ter nada a dizer…” Um inútil que não fez nada como parlamentar em 30 anos. Só sabe mesmo é falar (merdas)! E você, blogueiro de araque, não passa de um papagaio de pirata. Bolsonaro faz suas bravatas como todo bundão! Falar até papagaio fala!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *