ISLÃ, o problema não é Jerusalém!

O mundo hoje:

Budistas vivendo com Hindus = nenhum problema

Hindus vivendo com cristãos = nenhum problema

Hindus vivendo com judeus = nenhum problema

Cristãos vivendo com xintoístas = nenhum problema

Xintoístas vivem com confucionistas = nenhum problema

Confucionistas vivendo com Baha’is = nenhum problema

Baha’is vivendo com judeus = nenhum problema

Judeus vivendo com ateus = nenhum problema

Ateus vivendo com budistas = nenhum problema

Budistas vivendo com macumbeiros = nenhum problema

Macumbeiros vivendo com Hindus = nenhum problema

Hindus vivendo com Baha’is = nenhum problema

Baha’is vivendo com cristãos = nenhum problema

Cristãos vivendo com judeus = nenhum problema

Judeus vivendo com os budistas = nenhum problema

Budistas vivendo com xintoístas = nenhum problema

Xintoístas vivendo com ateus = nenhum problema

Os ateus vivendo com confucionistas = nenhum problema

Confucionistas vivendo com Hindus = nenhum problema

MAS…

Muçulmanos vivendo com Hindus = Problema

Muçulmanos vivendo com budistas = Problema

Muçulmanos vivendo com cristãos = Problema

Muçulmanos vivendo com judeus = Problema

Muçulmanos vivendo com macumbeiros = Problema

Muçulmanos vivendo com Baha’is = Problema

Muçulmanos vivendo com xintoístas = Problema

Muçulmanos vivendo com ateus = Problema

Muçulmanos vivendo com muçulmanos =

GRANDE PROBLEMA!!!!

E POR CAUSA DISSO…

Eles não estão felizes em Gaza

Eles não estão felizes no Egito

Eles não estão felizes na Líbia

Eles não estão felizes no Marrocos

Eles não estão felizes no Irã

Eles não estão felizes no Iraque

Eles não estão felizes no Iêmen

Eles não estão felizes no Afeganistão

Eles não estão felizes no Paquistão

Eles não estão felizes na Síria

Eles não estão felizes no Líbano

Eles não estão felizes na Nigéria

Eles não estão felizes no Quênia

Eles não estão felizes no Sudão.

MAS ONDE ENTÃO ELES ESTÃO FELIZES?

Eles estão felizes na Austrália

Eles estão felizes na Inglaterra

Eles estão felizes na Bélgica

Eles estão felizes na França

Eles estão felizes na Itália

Eles estão felizes na Alemanha

Eles estão felizes na Suécia

Eles estão felizes na Noruega

Eles estão felizes nos EUA e no Canadá

Eles estão felizes na Índia

Eles estão felizes no BRASIL

Vejam que eles estão felizes em quase todos os países que NÃO SÃO islâmicos!

E a quem culpam por tamanha “infelicidade”?

O Islamismo? Não! Sua liderança?Não! A Eles mesmos? Não!

ELES CULPAM OS PAÍSES NOS QUAIS ESTÃO FELIZES!!

Eles querem transformar os países nos quais estão felizes a se tornarem os países de onde vieram, onde eles estavam descontentes.

Jihad Islâmica: uma organização terrorista islâmica

ISIS: uma organização terrorista islâmica

Al-Qaeda: uma organização terrorista islâmica

Taliban: uma organização terrorista islâmica

Hamas: uma organização terrorista islâmica

Hezbollah: uma organização terrorista islâmica

Boko Haram: uma organização terrorista islâmica

Al-Nusra: uma organização terrorista islâmica

Abu Sayyaf: uma organização terrorista islâmica

Al-Badr: uma organização terrorista islâmica

Irmandade Muçulmana: uma organização terrorista islâmica

Lashkar-e-Taiba: uma organização terrorista islâmica

Organização para Libertação da Palestina: uma organização terrorista islâmica

Ansaru: uma organização terrorista islâmica

Jemaah Islamiyah: uma organização terrorista islâmica

Abdullah Azzam Brigades: uma organização terrorista islâmica

E MUITO MAIS!

Este é o mundo no qual vivemos!

Agora imagine este mesmo mundo daqui a vinte, trinta ou cinquenta anos …

AS JUSTIFICATIVAS SÃO INÚMERAS, O OBJETIVO UM SÓ!

Sérgio Grümbaum

9 thoughts to “ISLÃ, o problema não é Jerusalém!”

  1. Cristãos EVANGÉLICOS não convivem bem com ninguém que não seja evangélico. Aqui e em nenhum lugar da galáxia. Mas o texto é sim muito bom e merece reflexão. Não acredito na generalização. Historicamente todos os povos muçulmanos foram e são governados por dinastias corruptas e cruéis que sempre oprimiram a população. Os que são felizes em países democráticos são aqueles que conseguiram fugir dessa opressão por não suportarem mais as atrocidades cometidas pelos seus líderes, foram acolhidos em outras nações e hoje praticam o islã sem o nefasto fundamentalismo. Seres humanos que merecem respeito e a proteção dos povos livres.

    1. Quando o Cristianismo surgiu no Oriente Medio, com populacoes judias, elites romanas e tb judias (herodes); helenizadas; o Ocidente tinha tido experiencia de 2 grandes civilizacoes a Grega + antiga e a Romana mais recente isto sem esquecer a Etrusca e outras mais*. Os arabes nao tinham um passado civilizacional e laico. Roma teve a Republica (Senado) e a Grecia teve a Democracia ( + exemplo Atenas). Esta teses de pular etapas nao e minha mas sim do Sr Antonio Freitas; exilado angolano (1975, Rio de Janeiro) que morou em Curitiba (com a familia exilada) e tb em Belem do Para. Era Ex-Professor de Historia e de Lingua Portuguesa no Liceu de Luanda. Sua familia oriunda de Benguela, cidade litoranea; estava ha 5 geracoes em Africa. Os arabes sairam do tribalismo nomade para uma civilizacao teocratica. Nao tiveram seculos de preparacao para uma sociedade mais laicizada como ocorreu no Ocidente. E bom ler o livro Orientalismo (Edward Said) e principalmente Ocidentalismo com 2 autores um deles Ian Buruma. Estamos sofrendo por falta de laicizacao no mundo islamico. E segundo Sr Prof Poeta, jornalista e intelectual angolano de matriz portuuesa Antonio Freitas (profundo conhecedor de Nietzsche) eles estao atrasados em relacao ao mundo ja o Ocidente esta em decadencia (uma observacao presente na obra de Nietzsche). A Conferencia Afro-asiatica de Bandung na Indonesia destampou a Caixa de Pandora fis Ressentimentos coloniais dos povos que haviam sido colonias ocidentais (ver o filme Indochina com a atriz Catherine Deneuve). Tb tem a influencia radical e malefica do Nazismo; do Fascismo e do Marxismo que se misturou com o Fundamentalismo islamico e com o pan-arabismo chauvinista (ver nasserismo e o partido Baath). * Magna Grecia no sul da Italia e os Celtas na Europa.

      1. Continuando a observacao conheci um geofisico paquistanes que era prof, pesquisador e que era islamico e disse-me que era necessario “to modernize” the islamic societies ou to modernize islam. Ele era religioso e dizia que Deus tinha enviado para cada povo ou area geografica um mestre (Buda; Jesus Cristo e o profeta Maome por ex ) . Ele disse-me tb (era epoca pos 11 de setembro ) que os muculmanos nao odiavam os Estados Unidos mas sim a Politica Externa norte-americana e disse tb que possuia parentes nos EUA.

  2. OBS: Continuando a observacao conheci um geofisico paquistanes que era prof, pesquisador e que era islamico e disse-me que era necessario “to modernize” the islamic societies ou to modernize islam. Ele era religioso e dizia que Deus tinha enviado para cada povo ou area geografica um mestre (Buda; Jesus Cristo e o profeta Maome por ex ) . Ele disse-me tb (era epoca pos 11 de setembro ) que os muculmanos nao odiavam os Estados Unidos mas sim a Politica Externa norte-americana e disse tb que possuia parentes nos EUA.

  3. Maoméismo é de longe a pior ideologia político-religiosa que existe: intolerante, sanguinária, retrograda, estagnada, desumana, vingativa, traidora, supersticiosa. Essa história de que sociedades islamicas eram potência na idade média é tudo mentira: os algarismos foram invenções do indianos, apropriaram-se da matemática e gemoetria grega (antiga Jonia, atual Turkia), a engenharia e arquitetura dos romanos/bizantinos, a bússola, o papel, instrumentos de navegação astronômicos dos chineses. Eles se apropriam da cultura tecnologica e científica de povos dominados e dizem que foi invenção deles. Atualmente existe algum centro de pesquisa e desenvolvimento científico islâmico conceituado? Quais invenções no ramo cultural, científico, artístico a ideologia islâmica produziu ou propiciou? No mundo islâmico há Liberdade de pensamento e comportamento? No islamismo há emancipação feminina? Todas as barbaridades cometidas hoje em nome da religião islamica são justificadas pelos ações de Maomé, que fazia as mesmas barbaridades no passado, então não me venham os covardes europeus ocidentais com esse papo de “Religião do respeito e da paz”. Leiam o Alcorão (baixa-se facilmente na internet em PDF) e tirem suas próprias conclusões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *