REDE GLOBO enfrenta o terremoto em que se meteu. Acompanhe as principais mudanças.

Tenho sido criticado por publicar artigos mostrando a queda acentuada de poder das organizações Globo. Quero deixar claro que não se trata de questão pessoal, apenas pesquiso e reuno números conhecidos, auditados e adotados pelo mercado publicitário, principal “oxigênio” para as empresas de mídia.

Vamos aos fatos mais recentes:

Ambev, Casas Bahia, Chevrolet, Hypera Pharma, Itaú e Vivo continuarão como as patrocinadoras oficiais do Futebol da Globo em 2020.

A parceria contempla a inserção dessas marcas em todas as transmissões dos campeonatos estaduais, nacionais e internacionais exibidos pela Globo, além dos amistosos da seleção brasileira.

Cada cota foi vendida por 280 milhões de reais contra 310 milhões em 2019.

Dos seis atuais patrocinadores da Fórmula 1 na Globo, cinco garantiram a presença na temporada 2020 de competição na emissora, a NET não renovou.

Até o momento, Cervejaria Petropolis (Itaipava), Nivea, Renault, Santander e TIM já acertaram a renovação com a emissora e estarão vinculados às transmissões da TV aberta e também do canal SporTV, já que, pela primeira vez, o pacote comercial contempla a Globo e a Globosat, mas o preço foi 10% menor que o de 2019, 85 milhões de reais por cota.

Os intervalos comerciais também encontram dificuldades para serem preenchidos nas veiculações nacionais. Quando considerados apenas os comerciais comuns de 30 segundos, sem exclusividade, o Jornal Nacional aparece como o segundo mais caro: R$ 820 mil, atrás de A Dona do Pedaço que tem um custo de R$ 840 mil por inserção. Os preços acompanham a audiência. A novela das nove é o programa mais visto da TV brasileira, seguida de perto pelo telejornal em horário nobre.

Estes são preços de tabela que têm sido negociados com até 20% de desconto, mesmo assim é possível observar espaços vazios nos horários nobres, que são preenchidos por comerciais das empresas do grupo ou chamadas dos programas da grade.

Segundo os números do Painel Nacional de Televisão (PNT), do Instituto Kantar Ibope. Na média das 7h à 0h, a emissora registrou 15,7 pontos em 2019, contra 16,8 em 2018. As informações são da coluna Zapping, do portal da Folha de São Paulo.

Quando a análise foi realizada pelo share, que é a porcentagem de audiência apenas sobre os televisores ligados, a queda foi maior ainda, de 36,7% no ano de 2018 contra os 34,6% deste ano. A concorrente direta da emissora, Record TV, apresentou alta no mesmo período, com crescimento no share de 14,8% para 15,9%.

Outra queda brusca foi a da TV paga, que perdeu 10% de público. Somados, os canais por assinatura foram de 8,1 para 7,3 pontos.

Os números do PNT são obtidos através de análises de audiência que englobam as 15 maiores regiões metropolitanas do país.

Para os leigos é bom lembrar que cada ponto no horário nobre da TV aberta no mercado nacional, corresponde a média de 1 milhão de pessoas. Este é o cálculo levado em conta pelos profissionais de mídia das agências de publicidade na hora de planejar a distribuição da verba de seus clientes.

Em resumo, devido a migração de parte da publicidade para internet e outros veículos e a brusca diminuição da verba oficial, a arrecadação do grupo prevista para 2020 deve cair cerca de 20% e por isto grandes transformações estão ocorrendo na empresa.

O presidente-executivo do Grupo Globo, Jorge Nóbrega, anunciou que a estrutura do conglomerado de mídia será reformulada em janeiro de 2020. A principal mudança será o nome da empresa, que passará a ser apenas “Globo”.

A nova “Globo” será uma única companhia, que unificará a TV Globo, a Globosat (canais por assinatura), Som Livre (gravadora), GloboPlay (streaming), Globo Ponto Com e DG Corp (Diretoria de Gestão Corporativa).

O principal objetivo é comercializar cotas publicitárias em pacotes envolvendo todas as mídias, afim de compensar a queda de receitas.

Me intriga o porquê de uma corporação tão competente em compliance e na produção de conteúdos, se deixa envolver em uma batalha devastadora contra o poder público, mesmo sendo concessionária. Quero acreditar que seja apenas por vaidade e demonstração de poder e não por interesses escusos e mesquinhos.

19 comentários em “REDE GLOBO enfrenta o terremoto em que se meteu. Acompanhe as principais mudanças.

  1. Vc. não passa de mais um bolsonarista que agora critica a Globo. Quando a Globo estava “fritando” a Dilma sendo o principal veículo de comunicação à favor do Golpe, vc. virava noites assistindo a Globo News, agora é um anti-Globo.

  2. Seu comentário final, como dúvida, está certíssimo. Puro orgulho ferido de perder o poder imperial dos Marinhos, desde o fim do regime militar, sempre mandando nos presidentes do Brasil.
    (Ouvi isto na boca do Dr. Roberto Marinho, em 1992, após ter derrubado o Collor.)

  3. A melhor pra Globo cair cabe não depende só do presidente Bolsonaro diminiuir a verba publicitária cabe a nós boicotar a Rede Globo e não só os anunciantes mais queda definida da Globo só depende de nós Brasileiros quem é Brasileiro de verdade não assiste e nem gosta da Globo.

    # Boicote a Rede Globo
    compartilhe este comentário

  4. Se o Bolsonaro pedir para que seus fanáticos (que se parecem com os zumbis de The Walking dead) passem mel na bunda e sentem num formigueiro eles assim o farão!

  5. A vida é feita de “ciclos”, idas e vindas. Agora, sem o apego “idealista”, “economico” ou de “poder”; qual a novidade ? Todo produto, empresa, etc têm seu tempo.de vida… qm pode dizer o contrario ?

  6. Essa nefasta emissora vem prestando, há anos, um extraordinário desserviço ao país .
    Parabéns, caro amigo, pelas excelentes análises que vem fazendo de forma inquestionável, alertando o brasileiro sobre os males que a dita emissora causa a nossa combalida sociedade.

  7. Você disse que cada cota foi vendida a 280 milhões, quando na verdade foram 307 milhões e a redução vc esqueceu de colocar que foi pelo fato de ter as olimpíadas.

    Você mente ou está mal informando mais uma vez ao dizer que teve redução na cota da fórmula 1, pois as cotas foram vendidas um pouco mais de 98 milhões.

    A novela das 9 da globo, tem merchan de 5 em 5 minutos, se isso é estar na pior, imaginem se estivesse bem.

    O fato é que seu texto é uma porcaria com intuito de dizer que por conta do Bolsonaro a globo está se afundando. Até pra puxar saco tem que ter um pouco de conhecimento Melhore!!!

    1. Olimpíadas foram em 2016. Os números são fieis, auditadas e informados à ABAP. Como jornalista há mais de 40 anos, não seria leviano para inventar informações.Caso possua documentos para confrontar os meus, o espaço está aberto para publica-los junto a minha retratação.

      1. Olimpíadas é apenas uma vez na vida? Por ser um jornalista há mais de 40 anos, fico abismado que não saiba que olimpíadas é de 4 em 4 anos e que se a última foi em 2016 a outra será em 2020.

        1. Para encerrar o assunto, já vi que não é publicitário, não vale polemizar se você não consegue entender que estamos falando de verbas anuais e específicas dos anos 2019 e 2020. Em momento algum foi abordado projeto olímpico, até porque ainda não foi disponibilizado pela emissora.

          1. Amigo, sei que o site é pra defender o Bolsonaro e não vai adiantar nada o que eu vou dizer, mas a redução que vc colocou aí no site sobre o futebol da globo se deve ao fato que terão menos jogos por conta da olimpíada do ano que vem. Eu tenho certeza que vc sabia disso e se não sabe, precisa se informar melhor.

            https://www.meioemensagem.com.br/home/midia/2019/09/04/futebol-2020-globo-pede-r-307-mi-por-cada-cota-de-patrocinio.html

  8. Caro Neimar,confesso que não entendo o suficiente do assunto para concordar ou discordar de você.
    Mas consigo identificar,claramente,que você parece estar sendo submetido a um “Tribunal Vermelho”,com sentença condenatória já definida por parte de um grupamento pequeno-burguês,comunista,eclético e vacilante,baseado unicamente em ideias revanchistas daqueles que perderam suas boquinhas no (des)governo do Pt.
    Não desanime. Você tem curriculum,gabarito e conhecimento para estar onde se encontra.Espero que essa guerrilha psicológica, que ora se investe contra você, e a que todos nós estamos sendo submetidos, não o abale, nem pessoalmente,nem profissionalmente. Estamos juntos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *