Skip to main content
 -
Evaristo Magalhães é Doutor em Psicanálise pela UFMG, Psicanalista Clínico e possui dois livros publicados: Crônicas para amar e A vida dói?

TEMOS CURA – SIM!

O que nos acalma não é o antidepressivo ou o ansiolítico. Não é a droga ou o álcool. Não é a comida ou as compras. Também, não são as pessoas, os amigos ou os amantes.

A droga é só um paliativo – e ainda não conseguimos tomar ninguém como sendo propriedade nossa.

O que nos acalma é a palavra. Precisamos dar conta de nomear o que nos apavora.

Atualmente, pessoas com nítidos sintomas psicóticos, tais como delírios e alucinações, estão se apaziguando por detrás da palavra ansiedade. Muitos se acalmam ao se verem agrupados por um diagnóstico menos pesado que a esquizofrenia.

Contudo, não é nada confortável viver sob o jugo da ansiedade.

Existe outra palavra diferente da ansiedade que pudesse fazer com que as pessoas se sentissem menos desconfortadas? Sim. No entanto, essa palavra precisa sair de suas próprias bocas.

O bem dizer só poderá ser um bem se sair das entranhas do modo como cada um experimenta o que mais lhe desespera.

Evaristo Magalhães – Psicanalista�Atendimento por vídeo chamada pelo WhatsApp: 31 996171882�Instagram:@evaristo_psicanalista

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *