Skip to main content
 -
Evaristo Magalhães é Doutor em Psicanálise pela UFMG, Psicanalista Clínico e possui dois livros publicados: Crônicas para amar e A vida dói?

NÃO EXISTE O AMOR QUE VOCÊ QUER …

Podemos devorar uma maçã. Podemos recortar, tingir ou descolorir uma roupa qualquer.

Há o que podemos tomar e fazer o que quisermos. No entanto, há o que não podemos fazer nada porque desconhecemos o seu conteúdo. Há o que só podemos comer pelas beiradas.

Assim é o amor. Jamais saberemos tudo de amar. O amor é o que só podemos usufruir de longe, chegar perto e até ressoar algo dentro dele. Contudo, jamais saberemos acerca de sua consistência. Jamais o tocaremos ou o pegaremos.

Há quem queira abocanhar o amor como quem devora uma fruta ou manipula um objeto a seu bel prazer.

Querer pegar o amor é o mesmo que mergulhar em um abismo. É por isso que as pessoas surtam ou enlouquecem por amor. Sendo o amor um abismo, quanto mais mergulhamos nele, mais distante dele ficamos.

Só podemos sussurrar alguma coisa dentro do amor. Podemos contorná-lo, enquadrá-lo e até desenhá-lo. Porém, jamais conseguiremos apreender o seu cerne, o seu núcleo e a sua essência.

Você quer amar? Contente-se com o amor que o outro quiser te dar. Esse é o máximo do amor de si que ele é capaz de fazer reverberar em você. Aproveite!

Ninguém consegue dar todo o amor de si para quem quer que seja – porque o amor não apreensível nem mesmo para aqueles que acham que o possuem.

Evaristo Magalhães – Psicanalista
Atendimento por vídeo chamada pelo WhatsApp: 31 996171882
Instagram:@evaristo_psicanalista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *