Skip to main content
 -
Evaristo Magalhães é Doutor em Psicanálise pela UFMG, Psicanalista Clínico e possui dois livros publicados: Crônicas para amar e A vida dói?

É normal ter pensamentos suicidas?

 

Quantos não pulam de um prédio em chamas? Quantos não são claustrofóbicos? 

É normal sentir medo ou entrar em pânico em ambientes de risco. Do mesmo modo, é normal sentir medo em situações de crise existencial. 

O que é crise existencial? É quando somos impedidos de pensar e sentir como gostaríamos. A questão é que – para esses casos – não adianta pular ou tentar sair porque a solução não é física. 

Podemos passar de dentro para fora de um elevador. Podemos deixar a escada rolante e subir pela escada de emergência.

E quando o sofrimento é de natureza subjetiva? E quando nos tomam todas as nossas crenças, ideias, sentimentos e sonhos? E quando somos lançados no mais profundo vazio? E quando nos deixam na mais pura angústia? Existe passagem? Passagem física, não. 

Nesse momento, é normal que tenhamos pensamentos suicidas porque a vida nos apresenta uma única saída: fazer calar –  em definitivo – esse insuportável que nos foi imposto. 

É o ideal? Não. 

Para sair de ambientes ameaçadores, usamos nossos reflexos e nossa força física. Para situações de invisibilidade, só nos resta o outro com sua palavra, seu amor, seu testemunho, sua escuta e seu acolhimento. 

Não podemos, nesse momento, soltar a mão de ninguém! 

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Instagram: @evaristo_psicanalista

Twitter: @evaristopsi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *