Skip to main content
 -
Evaristo Magalhães é Doutor em Psicanálise pela UFMG, Psicanalista Clínico e possui dois livros publicados: Crônicas para amar e A vida dói?

Por que ainda prefiro o Lula?

 

Em certo sentido, a filosofia nos fez muito mal com sua obsessão pela verdade. 

A realidade é muito diferente do que dizem os filósofos.

A realidade é diversa.

É nesse sentido que eu ainda prefiro os governos do petê que qualquer outro que já tivemos no Brasil. 

Não estou dizendo que não tenho criticas às gestões Lula/Dilma. No entanto, nunca acreditei em purismo ético quando me deparo com a convivência entre duas ou mais pessoas. Pode tudo acontecer – em menor ou maior grau – quando nos relacionamos: decepções, agressões ou traições. Não nos sabemos inteiros. 

Somos contraditórios. Não enxergamos tudo ao mesmo tempo. 

Acho uma ingenuidade julgarmos qualquer gestor pelo critério da honestidade. Ninguém é cem por cento honesto. Nunca existiu e jamais existirá essa tal honestidade que tanto propalamos.

Isso significa que podemos ser desonestos? Claro que não!

O petê foi desonesto? Claro que sim. O bolsonaro é desonesto? Não tenho qualquer dúvida disso.

No entanto, não podemos avaliar ninguém por esse critério. Não podemos exigir que as pessoas sejam – na prática – idênticas à algo que só existe enquanto ideal. 

Nesse contexto, quando comparo a desonestidade e a catástrofe gestora do governo bolsonaro com a desonestidade e os avanços sociais que tivemos nos governos do petê, eu ainda prefiro este último. 

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *