Skip to main content
 -
Evaristo Magalhães é Doutor em Psicanálise pela UFMG, Psicanalista Clínico e possui dois livros publicados: Crônicas para amar e A vida dói?

Cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é …

 

Brigamos por amor porque carregamos algo que não podemos trocar por nada. 

Ninguém tem a receita do que fazer. É por isso que não existe quem seja cem por cento equilibrado. 

Não resolve trocar pelo pensar, pela oração ou pela revolta. Não resolve trocar por medicamento, pelo no corpo ou por pessoas. 

Ainda que tivéssemos todo o dinheiro, toda a beleza e toda a inteligência do mundo, isso de nada adiantaria na troca por isso que somos e não sabemos.

Se não há o que fazer, como se livrar disso? Usando do que podemos para nos livrar do que não podemos. 

É quando o dinheiro vira ambição, a beleza vira compulsão e a inteligência vira arrogância. É quando a comida vira obesidade, a bebida vira vicio e o casamento vira um inferno.

Não é possível fazer uso disso que não seja pela dor. Nessa perspectiva, a dor é um mal necessário? Sim. 

A questão é não permitir que esse gozo – que é de dor – tome todo o nosso gozo de viver. 

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *