Skip to main content
 -
Dani Costa é jornalista por profissão e mãe de pets por amor. Sempre antenada para trazer notícias quentinhas sobre a bicharada. Ativista contra os maus-tratos a animais domésticos, silvestres e exóticos.

Assassinato legalizado: Ministro da Justiça propõe eutanásia de animais resgatados

Apesar de ser dever do Estado proteger a fauna e a flora, Advocacia Geral da União (AGU) pede eutanásia de animais vítimas de maus-tratos. Foto: Pixabay

Justiça é a particularidade do que é justo e correto. É o princípio básico que mantém a ordem social através da preservação dos direitos em sua forma legal”. E onde ficam os direitos dos animais, enquanto seres sencientes e integrantes do ecossistema do planeta, quando o ex-chefe da Advocacia Geral da União (AGU), atual Ministro da JustiçaAndré Luiz de Almeida Mendonça, assinou, no último dia 23, documento solicitando ao Supremo Tribunal Federal (STF) autorização do abate de animais resgatados de situações de maus-tratos? Tanto domésticos quanto silvestres.

A AGU justificou o pretenso genocídio alegando ser um ato preventivo contra a COVID-19. Contudo, não há nenhuma comprovação científica que justifique a decisão. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS) e demais órgãos competentes, “não há evidências de que os cães, gatos e furões possam, em condições naturais, se infectarem e serem uma fonte importante de SARS-CoV-2 para humanos”.

A World Small Animal Veterinary Association (WSAVA) — entidade na qual os clínicos veterinários de todo o mundo se baseiam atualmente  – explica que cães e gatos podem contrair um coronavírus próprio de suas espécies, que nada tem a ver com a COVID-19 e, portanto, não é transmitido a pessoas.

O artigo 225, inciso VII da Constituição Federal declara que é “dever do Estado proteger a fauna e a flora, vedadas, na forma da lei, as práticas que coloquem em risco sua função ecológica, provoquem a extinção de espécies ou submetam os animais à crueldade”.

Assim sendo,  há que se pensar que tipo de governo propõe o extermínio de milhares de animais, entre os quais vítimas de rinhas e da farra do boi. Cujo único “crime” é serem vítimas da covardia humana e da negligência das autoridades quanto a políticas públicas que os protejam.

Em se tratando de justiça, seria justo deixar que animais que já sofreram todos os tipos de maus-tratos recebam a sentença de pena de morte? As vítimas é que serão punidas? Não seria o caso da sociedade e do Estado se redimirem, dando-lhes a oportunidade de ter uma nova vida?

Animais silvestres, vítimas de maus-tratos, também estão na lista de morte do Governo Federal. Foto: Pixabay

Assine já: PETIÇÃO CONTRA A EUTANÁSIA

Declaração Universal dos Direitos dos Animais

Equilíbrio ambiental e desenvolvimento sustentável tornaram-se a chave para evitar danos irreparáveis à natureza . Isso porque há séculos que a exploração abusiva de recursos naturais do planeta, culmina em mudanças de ordem física, química e biológica no equilíbrio ecológico. O resultado são desastres naturais e o surgimentos das mais diversas enfermidades, a exemplo da COVID-19.

Em meio a esta evolução paradigmática, surgiram os questionamentos referentes aos direitos dos animais não humanos. Em 1978, a UNESCO aprovou, em Paris, a DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS DO ANIMAL, seguindo a mesma trilha filosófica da Declaração Universal dos Direitos do Homem. Considerando, entre outras coisas, que “o respeito dos homens pelos animais está ligado ao respeito dos homens pelo seu semelhante”.

 

14 thoughts to “Assassinato legalizado: Ministro da Justiça propõe eutanásia de animais resgatados”

    1. O Ministro da Injustiça já começou pondo as garras de fora. Não existem palavras para esta insanidade e todos que amam os animais precisam reunir forças capazes de impedir esse crime.

  1. essa palhaçada do ministro viola a CF.artigo. 225.
    e também imortal. isso vai abalar a confiabilidade no governo. aí tem.ah se tem..

  2. essa turma ai
    entrou no lugar do ladrao
    mas ja esta dando saudades do ladrao
    povo safado, sacana,
    adelio, cade tu pra terminar o serviço?

  3. Inacreditável que alguém queira matar animais vítimas de maus tratos ao invés de dar a eles a oportunidade de uma vida livre de pessoas ruins, quem propõe esse tipo de coisa não tem consciência do que é a vida. Infelizmente o Brasil está passando por uma fase obscura, de gente com espírito mau tipo esse que fez essa proposta, lamentável, espero que o STF não dê guarida para essa covardia infame.

  4. Esse (des)governo está cada vez mais assustador! Quem haveria de imaginar que alguém que dizia “QUE NÃO PODERIA ERRAR PARA O PT NÃO VOLTAR AO PODER” poderia ser tão nefasto! Nós brasileiros estamos encurralados; não temos opção de alguém que mereça ser um PRESIDENTE de verdade!

  5. Insensibilidade e incompetência. Castração é um meio barato e eficiente para se evitar a proliferação de animais abandonados, que são as maiores vitimas de maltratos. Além disso, tem que se aplicar penas rigorosas para esses crimes.

  6. Penso que ao invés de propor eutanásia de animais inocentes, deveriam propor pena de morte para políticos corruptos, estupradores, traficantes e ladrões que praticaram latrocínio!

  7. Até que enfim se tem uma ideia sensata para contrapor a esta completa inversão de valores que é a petmania … se os seres humanos preocupassem mais com os seus semelhantes em lugar de endeusar seres irracionais e fomentar a indústria fármaco-veterinária, o mundo seria um lugar melhor de viver … bicho não é gente e nunca substituirá os relacionamentos interpessoais!

    1. COMO VOCE E SORDIDO E SE DIZ TER ORGULHO EM SER RACIONAL? MIL VEZES SER UM ANIMAL, TENHO VERGONHA DE PERTENCER ESSA RAÇA, CHAMADA DE SERES HUMANOS!!!!!!!!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *