O verdadeiro golpe, dado a facada, saiu pela culatra e deixou Bolsonaro ainda mais forte

O verdadeiro GOLPE, o substantivo que resgatou o sentido da palavra em sua etimologia, dado a facada, covardemente, por um idiota que tem a cara da esquerda brasileira, e se faz de “louco”, foi contra o candidato Jair Bolsonaro e a democracia. Nada mais contraditório para quem posa de vestais do modelo republicano de governo. Fico imaginando se a vítima fosse Lula, e não Bolsonaro, o país de certo estaria em chamas.

Com efeito, o atentado serviu para deixar o candidato do PSL ainda mais forte, tirando do “armário” um monte de esquerdistas arrepiados e arrependidos. Tenho alguns amigos jornalistas doutrinados desde a universidade que defendem a pseudo-esquerda etérea, ainda que ha muito ela tenha perdido o bonde da história, por razoes mensuráveis, objetivas e inquestionáveis.

Eu mesmo ostentei nos idos da década de 80, nos primeiros anos da redemocratização, um bóton de Karl Marx no lado esquerdo do peito, fui presidente de DA, ajudei a fundar DCEs, compus diretoria da UNE, militei no movimento estudantil com paixão, e conheci as entranhas do PT, do PCdoB, do MR8 e do extinto PCB. Gritei palavras de ordem, defendi a democracia…

Devo confessar, no entanto, que se soubesse o que estava por vir, não teria gastado o meu tempo para permitir que lunáticos, incompetentes e até esquizofrênicos chegassem ao poder e virassem presidentes. Mas os tempos são outros e não compreender isso é infantilidade ou interesse escuso. Os que permanecem, preste atenção, são aqueles que conseguiram uma boquinha e precisam mantê-la a qualquer custo.

Não são poucos, eles se espalharam agarrados à coisa pública como cracas no casco de navios. Compõem os staffs de repartições publicas por onde o PT colocou seus tentáculos; nas estatais; secretarias; universidades etc. Se multiplicaram como ervas daninha. Salvo honrosas exceções, são preguiçosos, acomodados e portadores de carteirinhas vermelhas que lhes garantem sobrevivência onde o partido consegue mandatos. Tirá-los de cena não será fácil.

Neste universo de oportunistas, deve-se incluir parte da imprensa e jornalistas. Aqueles que fingem não ver que a esquerda perdeu o bonde da história, vendeu-se e levou o país ao caos. Eles seguem colocando panos quentes, tapeando para garantir prestígio ou sobrevivência. Quebrar o “stablishiment” não agrada, e por isso Bolsonaro incomoda tanto.

O GOLPE a facada na barriga do “misógino”, “desqualificado”, “homofóbico”, “ditador”, “comedor de criancinhas vivas” e honesto, Jair Bolsonaro, saiu pela culatra, deixando ele ainda mais forte. Se o desejo é tira-lo de cena, terão que usar outras táticas como as que foram aplicadas para calar Celso Daniel, Eduardo Campos e outros. Do contrário, o rolo compressor da democracia passará e não deixará pedra sobre pedra. Quem viver verá.

José Aparecido Ribeiro
Jornalista
Blogueiro nos portais: uai.com.br – osnovosinconfidentes.com.br
Articulista nas revistas: Exclusive, Minas em Cena, Mercado Comum e Entrevias
DRT-MG 17.076 – jaribeirobh@gmail.com – 31-99953-7945

57 comentários em “O verdadeiro golpe, dado a facada, saiu pela culatra e deixou Bolsonaro ainda mais forte

    • Viajou e muito o tal blogueiro. Se o país está dividido é porque existem dois extremos, e os extremos não levam a nada. Tanto aqueles que defendem o PT com unhas e dentes e os tantos outros que defendem esse lunático idiota se tornam farinha do mesmo saco. O Bolsonaro provou de seu próprio veneno, ainda que não se justifique o ato, mas o loucos estão aí e ele é um deles.
      Mas ainda há outro problema bem maior, é encontrar jornalistas e jornais que propaguem essa divisam, que ainda defendam esse ou aquele, ao invés de analisarem os fatos sem o viés da paixão.
      A esquerda e direita extremista não prestam nenhum favor à democracia, se é que esta existe nesse país ensandecido.

  1. Sábias palavras meu caro! Realmente esse triste episódio aumentou ainda mais popularidade e a vantagem do candidato em questão. Mesmo sem ter escolhido o meu candidato, acredito que a violência é a pior coisa para qualquer situação. Diálogos, debates serão sempre bem-vindos, independente o partido ou ideologia!

  2. Que falta de responsabilidade o seu texto.
    Meu Deus do céu. O cara é um maluco e poderia ter esfaqueado qualquer um.
    Para sair do ostracismo você usa a mentira.
    Precisamos de pessoas que escrevam coisas coerentes nesse momento em que a mentira está acabando com a nossa democracia.

  3. “foi contra o candidato Jair Bolsonaro, mas sim contra a democracia. ”
    Acho que vc quis dizer: “NÃO foi contra o candidato Jair Bolsonaro, MAS sim contra a democracia” ou “foi contra o candidato Jair Bolsonaro E contra a democracia.”
    Acho que ficou meio confuso do jeito que foi escrito, apesar de eu ter entendido. rsrsr

    • O Bolsonaro é honesto, está se submetendo ao jogo democrático, e ainda tentou deixá-lo mais confiável ao propor uma amostra de voto impresso, mas o TSE barrou. Ele expõe as suas ideias, vai a debates, ouve o seu interlocutor e se deixa ser interrompido, apesar de ser firme em suas convicções. Ele defende o direito à auto-defesa, que seja por meio do porte de arma de fogo, que inclusive é capaz de tornar mais igual o poder de agressão de um bandido e de uma velhinha ou de alguém que não tenha um porte físico intimidador mas que pode estar também armado. Ele não esfaqueia ninguém, ele não prega a violência gratuita e muito menos mente descaradamente ou tenta manipular as pessoas ocultando suas reais intenções, porque ele tem respeito pelo ser humano ao invés de “militar pelos direitos humanos”.

  4. Nada pior do que um direitista do que um ex esquerdista que adere à direita.
    Exala rancor e ignorância.
    Não consegue conviver com diferenças e ideias.
    Selecionada e manipula episódios de violência para tentar jogá-los nas costa da esquerda.
    E os ataques à esquerda? E os tiros na caravana de Lula? E as manifestações da vice de Alckmin sobre o episódio.
    Melhor seria o autor do artigo pensar um pouco e parar de ser faccioso e parcial.
    Um vexame de texto.

    • Ponha nas costas da esquerda entre 100 e 200 milhões de pessoas mortas no século XX por regimes comunistas como os da URRS, da China, de Cuba e mesmo os nazistas, é, os nazistas, que você provavelmente repete ser um movimento de direita, são um movimento totalitário com claros marcos de esquerda, do controle da sociedade e da economia pelo Estado, vide que “Nazi” era uma abreviatura de “der Nationalsozialistische Deutsche Arbeiters Partei” — Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães.
      Tiros na caravana do Lula?? atingiu alguém?? alguém sabe quem foi?? não foram os próprios enganadores criando mais enganação. Acorda.

  5. Atiraram na Caravana do Lula e no ônibus. Vazaram áudios de médicos afirmando que a dona Marisa deveria morrer, quando ela ainda estava doente. E não, o país não ficou “em chamas” – a facada contra Bolsonaro teve repercussão muito maior.

  6. Uma parte do seu texto me chama atenção. “Quebrar o ‘stablishiment’ não agrada, por isso Bolsonaro é atacado”. Você quer dizer, então, que o candidato mais conservador das eleições quer QUEBRAR o stablishiment? Ele quer manter exatamente tudo como está, não sejamos ingênuos. Quem quer quebrar stablishiment é quem propõe taxar grandes fortunas, quem deseja maior partipação das mulheres e dos negros… Isso é mudança. Talvez soe como “mimimi’ para os velhos de plantão que afirmam que o mundo tá chato. O Brasil de Bolsonaro é mais velho, tradicional e conservador do que podemos imaginar. Não existe ruptura nenhuma. Também me chama a atenção você usar aspas nos termos mísogino e homofóbico. Homem que é processado por apologia ao estupro é misógino, sim. Sem aspas, caro jornalista.

    • Flávia, parabéns pelo comentário. É só ver os votos do Bosolnaro nos seus 30 anos como deputado. Esse senhor prega mudanças, mas votou contra o teto para salário de servidor público, contra o fim do nepotismo, contra o fim da aposentadoria especial para políticos. Será esse o novo ou mais só mesmo.

    • A velha ladainha dos vitimizados. É muito fácil se vitimizar e apontar a culpa para o outro. A culpa é dos ricos? dos brancos? dos homens? a ideia de “igualar” as pessoas é não só totalitária como é absurda e idiota.

  7. Parabéns pelo comentário!
    Seria o paraíso fazer os esquerdopatas procurarem por emprego.
    Como são péssimos profissionais, vão concorrer a cargos que não exigem qualificação!

  8. O projeto de poder da esquerda é o mesmo no mundo todo.
    Por que querem se livrar de Bolsonaro?
    Porque ele é o único que ameaça o esquema de poder.
    O resto é cúmplice do assassino de Juiz de Fora.
    A Lava Jato já desnudou a verdade.
    O grande capital é sócio do governo, recebendo privilégios e financiando o ParTidão.
    Esse é o Comunismo/Socialismo.
    Na Rússia/China já é assim.
    A Novela Apocalipse da Record também mostrou essa realidade.

  9. O ditado “papel aceita tudo” já progrediu e agora pode ser acrescido de outro: ” blog aceita tudo”. Me perdoe, mas, não sendo eu petista, posso, com isenção, opinar sobre a publicação acima, numa só palavra: ridícula!

  10. Muitos indecisos resolveram votar no Bolsonaro.
    Por que quiseram matar esse homem? O que ele tem que todo mundo fala mal dele.
    As pesquisas mostram aumento de 5% para ele, mas nas ruas sabemos que é muito mais.
    Chorem terroristas!

  11. Meu caro sou jornalista tb e pelo visto estou vendo que vc abandou há muito os princípios básicos do jornalismo..
    … até agora não existe prova nenhuma que o atentado tenha participação da esquerda, principalmente do PT… é só acompanhar as matérias e as investigações… é uma leviandade danada divulgar isso do jeito que vc faz… e jornalista apoiar Bolsonaro é triste hêim: cara que defende regime militar( por consequência mordaça na imprensa) e torturador é demais né??

  12. Parece-me que apoderar das estatais foi papel apenas do PT. Você esquece que PSDB, Mdb, PP ex partido Do Bolsonaro fizeram a mesma coisa. Quanto ao GOLPE ato isolado de alguém que não conseguiu ter equilíbrio no momento em que o Bolsonaro destilava ódio pelo país agindo por impulso….

    • pois é, tanto é que até o Jacques Wagner já disse que contra o Bolsonaro vota no Alckimin. O pt e o psdb estão muito mais alinhados com o establishment do que o Bolsonaro; ser honesto conta muito. E ele ainda é simpático e bem humorado.

  13. Texto sensacional! Pena que muitos não vão conseguir compreender, pois já atingiram um grau de alienação e fanatismo que virou doença, só não estão conscientes disso, alguns inclusive devem aparecer por aqui, para compartilhar asneiras, alienação, desinformação, xingamentos… e zero argumentos.

  14. Acredito não… Até hoje não vi nenhum brasileiro candidato a presidência ser agredido explicitamente com violência.
    Porém justamente este candidato que faz apologias a violência, intolerância e ódio veio a sorveu do próprio veneno!
    Serviu apenas pra mostrar que tudo que se planta se colhe, e as vezes com juros!
    Imagine se lugar de uma faca fosse uma arma de fogo de médio a grosso calibre e na cabeça…. Qual seria o estrago?
    Ainda se propõe liberar o uso de armas….qualquer briguinha e o tiroteio tá formado!

    • MENTIRA! nunca fez apologia à violência ou ao ódio; ele simplesmente enfrenta as idiotices da esquerda, tipo paulo freire, “cultura do estupro”, etc. Para apologia à violência, veja os discursos de professores esquerdistas que pregam o “fuzilamento” real do “inimigo”.

  15. Parabéns. Só cresce e evolui quem reconhece os seus erros e toma nova direção. A esquerda brasileira “crackeou” o cérebro. Não meditam mais, só respondem chavões.

  16. Um cara que chega no segundo turno e com certeza vai perder, onde está a ideia de que ele saiu forte. pois ele somente mantém o prognóstico de 25 ou 30 por cento.

  17. Aos radicais de esquerda que dizem que o Bolsonaro provou do próprio veneno eu pergunto: John Lennon também provou do próprio veneno? E Luther King? E John Kennedy? E João Paulo II? E tantos outros.

  18. Deixou mais forte mesmo ? Mostrou que ele não ganha de ninguém no segundo turno. Eh fraco, boquirroto,mal educado, despreparado e não conseguira realizar tudo que fala, quer dizer quase nada. Trata-se de um desequilibrado.

  19. Bom dia ! Não sou petista e tenho asco desse partido. Porém, não concordo com certas entrelinhas do seuso texto. A Polícia Federal , ainda, não fez uma varredura nose celulares do acusado e dos 4 advogados. O inquérito não está concluso. Você sabia que expor a imagem de um suspeito é crime. Somente após condenação, caso o réu permita, seu rosto pode ser filmado ou exposto. Está no código penal. No mais, por texto. Bem contextualizado.

  20. Estranho, mas historicamente falando “comedor de criancinha” era associado a comunistas e não a candidatos de direita…
    Um candidato que afirmou (em fevereiro de 2017 para todo mundo ver) que vai governar para “as maiorias”, por meio de um “governo cristão”, porque esse “papo de governo laico é bobagem”, ser comparado à democracia, é um tanto demais, não acha?
    O atentado foi lamentável e, realmente, saiu pela culatra, pois deu força ao candidato em questão.
    Como se uma facada o tornasse um presidente melhor, mas, vai entender…
    Acho que a demonização da esquerda é tão somente para poder justificar o voto na “pessoa” de Bolsonaro e não pelas propostas dele, principalmente econômicas (que está nas mãos do Paulo Guedes). Se o que importa é a proposta econômica dele, então o candidato do Novo seria muito mais indicado, pois além de defender as mesmíssimas coisas para o setor econômico, ainda é realmente democrático, defende menor criminalização do aborto e casamento gay.
    O preconceito da sociedade brasileira encontrou no candidato esfaqueado um avatar perfeito…

  21. Sei do que está falando sobre os cafajestes que começam o corromper nos movimentos estudantis. Esses bandidos acabaram com a chance que tivemos de tornar esse país numa nação democrática, desenvolvida e socialmente justa.

  22. Prezado, José Aparecido Ribeiro, passo apenas para te dar meus parabéns. Você faz parte de uma raríssima exceção. É a primeira vez que vejo um filósofo não apoiar a esquerda bandida. Via de regra pessoas ligadas às humanas são esquerdistas ou acéfalos ou mal caráter que ganham algo com seu posicionamento político. Fui aluno de um desses. Hoje ele posa de gostosão fazendo comentários na imprensa. É um tal de Villa. É justamente seu oposto. Parabéns pela capacidade crítica, por ter evoluído e deixado essa esquerda marginal e pela coragem de se expressar diante desses meliantes.

  23. Poucas vezes li uma síntese tão bem feita, o EM está de parabéns por permitir artigos tão bom como esse.
    Daqui a pouco a tropa de choque da prefeitura que não sabe ouvir críticas e não da o braço a torcer,tentará desqualificar o jornalista.
    Parabéns, João.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *