Quem disse que os “Marajás” acabaram? Eles seguem intocáveis, imunes ao voto.

Publicado em Sem categoria

Contra esses não tem o voto, nem tampouco a justiça, eles são a justiça. Um concurso deu a eles poderes especiais, títulos de fidalguia, ainda que sejam plebeus. Deu poderes de se acharem imunes ainda que os cofres que lhes garantam seus proventos estejam esvaziando. Não sabem o significado de crise, estão ilesos, garantidos. Será que eles sabem o significado de nação e coletividade? Pouco provável, mesmo com os pés aqui, parecem viver em uma outra dimensão.

A maioria é individualista, narcisa, imediatista, portam “canudos”, são disciplinados, fizeram concurso, e este lhes ungiu com o manto da superioridade, do sofisma que abafa a verdade, são intocáveis, ainda que humanos. E não há nada e ninguém capaz de lhe tirar privilégios… Robespierres, Maximilens não existe mais. São verdadeiros monarcas, articulados e garantidos pela política da meritocracia.

Alguns se acham Deuses, outros têm certeza. A favor deles, uma sociedade dispersa, alienada, ignóbil, viciada, dormindo em um sono profundo, sem norte. Em prol deles, um legislativo corrupto, descomprometido, fiel aos gangsteres do momento, movida pela vaidade e pelos interesses ante republicanos, imediatistas, materialistas, salvo raras e honrosas exceções.

Tem também um executivo enterrado em falcatruas, indulgente, ardiloso, incompetente, contaminado, e por vezes tirânico. Aqui, “a voz que clama no deserto”… um tolo que recolhe 30% do que ganha, aos trancos e barrancos, para junto de você amigo leitor, não deixar a festa deles perecer… Até quando?

Na lista abaixo são 84, mas eles se multiplicam pelos quatro cantos desta pátria amada chamada Brasil, a nosso serviço, e, portanto tendo nós como cúmplices, de pires nas mãos, impotentes. É pela barriga que se governa o mundo. Quanto maior a dor do estômago, mais fácil será governar quem está com ele vazio. Eles são de lá, mas aqui não é diferente. Nem aqui, tampouco acolá!

José Aparecido Ribeiro
Jornalista – Licenciado em Filosofia
DTR – MG 17.076 – jaribeirobh@gmail.com – 31-99953-7945

Confira a lista dos 84 magistrados que tiveram vencimentos superiores a R$ 100 mil em julho logo ali no Mato Grosso: Se é do sul ou do norte, não importa, é do nosso bolso que sai os impostos que bancam esse escárnio.

1. Mirko Vincenzo Giannotte – 6ª Vara da Comarca de Sinop – Entrância Especial – R$ 503.928,79
2. Debora Roberta Pain Caldas – 2ª Vara Criminal da Comarca de Sinop – Entrância Especial – R$ 414.709,76
3. Jorge Iafelice Dos Santos – 3ª Vara Esp. Direito Bancário da Comarca de Cuiabá – Entrância Especial – R$ 414.709,76
4. Rachel Fernandes Alencastro Martins – Vara Especializada de Direito Bancário (Antiga 5ª Vara Criminal) da Comarca de Várzea Grande – Entrância Especial – R$ 414.709,76
5. Tatyana Lopes De Araújo Borges – 4ª Vara Criminal da Comarca de Rondonópolis – Entrância Especial – R$ 414.709,76
6. Wanderlei José Dos Reis – 1ª Vara Especializada de Família e Sucessões da Comarca de Rondonópolis – Entrância Especial – R$ 414.709,76
7. Leonardo De Campos Costa E Silva Pitaluga – 2ª Vara Criminal da Comarca de Rondonópolis – Entrância Especial – R$ 414.709,75
8. Lamisse Roder Feguri Alves Corrêa – Juiz de Direito do 5° Juizado Especial Cível de Cuiabá (Planalto) da Comarca de Cuiabá – Entrância Especial – R$ 414.067,76
9. Elza Yara Ribeiro Sales Sansão – 4ª Vara Cível da Comarca de Tangará da Serra – 3ª Entrância – R$ 413.262,38
10. Mario Augusto Machado – 2ª Vara da Comarca de Sinop – Entrância Especial – R$ 404.112,09
11. Graciene Pauline Mazeto Correa Da Costa – 2ª Vara Criminal da Comarca de Cáceres – 3ª Entrância – R$ 387.662,22
12. Joseane Carla Ribeiro Viana Quinto Antunes – 4ª Vara da Comarca de Cáceres – 3ª Entrância – R$ 366.196,01
13. Cleber Luis Zeferino De Paula – 5ª Vara da Comarca de Sinop – Entrância Especial – R$ 354.422,16
14. Aline Luciane Ribeiro Viana Quinto Bissoni – 2ª Vara Cível da Comarca de Rondonópolis – Entrância Especial – R$ 353.345,04
15. Alex Nunes De Figueiredo – Juiz de Direito do 6° Juizado Especial Cível de Cuiabá (Porto) da Comarca de Cuiabá – Entrância Especial – R$ 346.246,53
16. Marcelo Sebastião Prado De Moraes – 2º Juizado Especial Cível de Cuiabá da Comarca de Cuiabá – Entrância Especial – R$ 326.627,16
17. Geraldo Fernandes Fidelis Neto – 2ª Vara Criminal da Comarca de Cuiabá – Entrância Especial – R$ 319.803,95
18. Sebastião De Arruda Almeida – 6° Juizado Especial Cível de Cuiabá (Porto) da Comarca de Cuiabá – Entrância Especial – R$ 319.413,82
19. Hildebrando Da Costa Marques – Juiz de Direito do 1º Juizado Especial Cível de Cuiabá da Comarca de Cuiabá – Entrância Especial – R$ 311.499,54
20. Milena Ramos De Lima E Souza Paro – 4ª Vara da Comarca de Alta Floresta – 3ª Entrância – R$ 311.034,60
21. Ângelo Judai Junior – Vara Especilizada dos Juízados Especiais da Comarca de Tangará da Serra – 3ª Entrância – R$ 297.762,70
22. Jurandir Florêncio De Castilho Júnior – 14ª Vara Criminal da Comarca de Cuiabá – Entrância Especial – R$ 291.355,50
23. Carlos José Rondon Luz – V. Esp. Infância e Juventude da Comarca de Várzea Grande – Entrância Especial – R$ 284.161,25
24. Hugo José Freitas Da Silva – 4ª Vara da Comarca de Lucas do Rio Verde – 3ª Entrância – R$ 271.473,28
25. José Mauro Nagib Jorge – 5ª Vara da Comarca de Diamantino – 3ª Entrância – R$ 263.725,24
26. Gleidson De Oliveira Grisoste Barbosa – 2ª Vara da Comarca de Lucas do Rio Verde – 3ª Entrância – R$ 244.146,83
27. Jones Gattass Dias – 2ª V. Esp. Fazenda Pública da Comarca de Várzea Grande – Entrância Especial – R$ 240.740,37
28. Gilberto Giraldelli – Tribunal de Justiça – R$ 228.836,20
29. Ana Paula Da Veiga Carlota Miranda – 5ª Vara Cível da Comarca de Cuiabá – Entrância Especial – R$ 225.813,41
30. Rhamice Ibrahim Ali Ahmad Abdallah – 5ª Vara Cível da Comarca de Rondonópolis – Entrância Especial – R$ 219.064,40
31. Claudio Roberto Zeni Guimarães – Juiz de Direito da 1ª Vara Cível da Comarca de Cuiabá – Entrância Especial – R$ 217.331,22
32. Luís Aparecido Bortolussi Júnior – V.Esp. Ação Civil Publica e Ação Popular da Comarca de Cuiabá – Entrância Especial – R$ 208.948,29
33. Jacob Sauer – Vara Especializada dos Juizados Especiais da Comarca de Sorriso – 3ª Entrância – R$ 198.458,48
34. João Thiago De França Guerra – 8º Juizado Especial (Antigo J.E. Parque Cuiabá) da Comarca de Cuiabá – Entrância Especial – R$ 197.769,81
35. Tulio Duailibi Alves Souza – 2ª V. Esp. da Infância e Juventude da Comarca de Cuiabá – Entrância Especial – R$ 197.769,81
36. André Maurício Lopes Prioli – 2ª Vara Cível da Comarca de Várzea Grande – Entrância Especial – R$ 196.246,25
37. Patricia Ceni Dos Santos – 8º Juizado Especial (Antigo J.E. Parque Cuiabá) da Comarca de Cuiabá – Entrância Especial – R$ 196.246,25
38. Renan Carlos Leão Pereira Do Nascimento – 4ª Vara Cível da Comarca de Rondonópolis – Entrância Especial – R$ 196.246,25
39. Júlio César Molina Duarte Monteiro – 2ª Vara Cível da Comarca de Barra do Garças – 3ª Entrância – R$ 194.798,87
40. Silvia Renata Anffe Souza – 2ª Vara Civel da Comarca de Sorriso – 3ª Entrância – R$ 194.798,87
41. Gilberto Lopes Bussiki – 9ª Vara Cível da Comarca de Cuiabá – Entrância Especial – R$ 194.185,85
42. Alberto Pampado Neto – 3ª V. Esp. Família e Sucessões(Antiga 6ª V. Esp. Família e Sucessões) da Comarca de Cuiabá – Entrância Especial – R$ 192.860,09
43. Francisco Rogério Barros – 1ª Vara Esp. da Fazenda Pública da Comarca de Rondonópolis – Entrância Especial – R$ 187.295,74
44. Tiago Souza Nogueira De Abreu – 7ª Vara da Comarca de Sinop – Entrância Especial – R$ 185.706,20
45. Anderson Gomes Junqueira – 3ª Vara Cível da Comarca de Tangará da Serra – 3ª Entrância – R$ 184.258,82
46. Cássio Luis Furim – 1ª Vara da Comarca de Lucas do Rio Verde – 3ª Entrância – R$ 184.258,82
47. Emanuelle Chiaradia Navarro Mano – 1ª Vara Criminal da Comarca de Sorriso – 3ª Entrância – R$ 184.258,82
48. Flávio Maldonado De Barros – 1ª Vara Cível da Comarca de Tangará da Serra – 3ª Entrância – R$ 184.258,82
49. José Eduardo Mariano – 3ª Vara Criminal da Comarca de Cáceres – 3ª Entrância – R$ 184.258,82
50. Patricia Cristiane Moreira – 2ª Vara da Comarca de Poxoréu – 2ª Entrância – R$ 184.258,82
51. Carlos Roberto Barros De Campos – 3ª V. Esp. Família e Sucessões da Comarca de Várzea Grande – Entrância Especial – R$ 183.776,48
52. André Barbosa Guanaes Simões – 1ª Vara da Comarca de Campo Verde – 2ª Entrância – R$ 182.883,81
53. Valmir Alaércio Dos Santos – Primeira Turma Recursal Temporária da Comarca de Cuiabá – Entrância Especial – R$ 181.718,42
54. Melissa De Lima Araújo – 2ª Vara da Comarca de Barra do Bugres – 2ª Entrância – R$ 180.872,74
55. Anna Paula Gomes De Freitas – 2ª Vara Criminal da Comarca de Tangará da Serra – 3ª Entrância – R$ 179.948,30
56. Douglas Bernardes Romão – 5ª Vara da Comarca de Alta Floresta – 3ª Entrância – R$ 176.987,03
57. Lidiane De Almeida Anastácio Pampado – 1ª Vara da Comarca de Primavera do Leste – 3ª Entrância – R$ 176.987,03
58. Alexandre Delicato Pampado – Vara Criminal da Comarca de Primavera do Leste – 3ª Entrância – R$ 175.570,61
59. Gabriel Da Silveira Matos – 1ª Vara da Comarca de Campo Novo do Parecis – 2ª Entrância – R$ 174.576,18
60. Gustavo Chiminazzo De Faria – 1ª Vara da Comarca de Nova Xavantina – 2ª Entrância – R$ 174.576,18
61. Caroline Schneider Guanaes Simões – 3ª Vara da Comarca de Campo Verde – 2ª Entrância – R$ 174.195,56
62. Giovana Pasqual De Mello – 4ª Vara da Comarca de Sinop – Entrância Especial – R$ 173.740,55
63. Antônia Siqueira Gonçalves Rodrigues – Tribunal de Justiça – R$ 170.081,10
64. José Arimatéa Neves Costa – 3ª Vara Esp. Direito Bancário da Comarca de Cuiabá – Entrância Especial – R$ 156.449,93
65. Aristeu Dias Batista Vilella – 6ª Vara Cível da Comarca de Cuiabá – Entrância Especial – R$ 155.827,06
66. Bruno Doliveira Marques – 10ª Vara Criminal da Comarca de Cuiabá – Entrância Especial – R$ 153.321,97
67. Emerson Luis Pereira Cajango – 4ª Vara Cível (Antiga 21ª Vara Cível) da Comarca de Cuiabá – Entrância Especial – R$ 152.319,07
68. Onivaldo Budny – 1ª V. Esp. Fazenda Pública da Comarca de Cuiabá – Entrância Especial – R$ 142.788,36
69. Paula Saide Biagi Messen Mussi Casagrande – 1ª Vara Cível da Comarca de Sorriso – 3ª Entrância – R$ 138.863,65
70. Hanae Yamamura De Oliveira Gabriel – 5ª Vara da Comarca de Cáceres – 3ª Entrância – R$ 137.254,82
71. Marco Antônio Canavarros Dos Santos – 2ª Vara da Comarca de Chapada dos Guimarães – 2ª Entrância – R$ 126.827,95
72. Gerardo Humberto Alves Da Silva Júnior – 2ª Vara Cível da Comarca de Diamantino – 3ª Entrância – R$ 126.184,02
73. João Ferreira Filho – Tribunal de Justiça – R$ 126.114,27
74. André Luciano Costa Gahyva – 1ª Vara Civel da Comarca de Diamantino – 3ª Entrância – R$ 125.739,54
75. Wagner Plaza Machado Junior – 3ª Vara Cível da Comarca de Barra do Garças – 3ª Entrância – R$ 124.857,76
76. Carlos Augusto Ferrari – 1ª Vara Criminal da Comarca de Barra do Garças – 3ª Entrância – R$ 124.736,60
77. Marcos Terencio Agostinho Pires – 5ª Vara Cível da Comarca de Tangará da Serra – 3ª Entrância – R$ 124.736,60
78. Gilperes Fernandes Da Silva – 4ª V. Esp. Família e Sucessões da Comarca de Cuiabá – Entrância Especial – R$ 112.355,44
79. Sebastião Barbosa Farias – Tribunal de Justiça – R$ 111.275,85
80. Serly Marcondes Alves – Tribunal de Justiça – R$ 106.919,08
81. Anglizey Solivan De Oliveira – 4ª Vara Cível da Comarca de Várzea Grande – Entrância Especial – R$ 104.380,81
82. Selma Rosane Santos Arruda – 7ª Vara Criminal(Antiga Esp. Crime Organizado). da Comarca de Cuiabá – Entrância Especial – R$ 103.651,67
83. Rosângela Zacarkim Dos Santos – 1ª Vara Criminal da Comarca de Sinop – Entrância Especial – R$ 100.672,84
84. Silvana Ferrer Arruda – 5ª Vara Criminal da Comarca de Cuiabá – Entrância Especial – R$ 100.672,84

5 comentários para “Quem disse que os “Marajás” acabaram? Eles seguem intocáveis, imunes ao voto.

  1. hoje em dia os brasileiros instruídos estão quase todos dentro do serviço publico ou estudando pra prestar concurso publico…é para isso que serve o serviço publico e seus “privilégios”..para manter ocupados e satisfeitas a elite pensante do país; se esse pessoal fica desempregado ou perde o estimulo para se candidatar a um cargo… vai querer fazer confusão:
    o governo não sabe no que ta se metendo: foi por falta de vaga no Banco do Brasil (cujos funcionários eram os únicos sonhos de consumo de genros que as mamães de mocinhas casadoiras desejavam) para todos que saiam das faculdades que se armou o furdunço de 1968.

  2. Excelente texto ! Parabéns ! Como diversos outros ! Isso é apenas em uma região ou setor . Imagina Brasil todo ! Absurdo esses marajás impunes ! Esse país precisa de uma limpeza !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*