Imagem histórica, e para refletir…

Publicado em Sem categoria

Calma, calma, ninguém quer voltar a carga de boatos e rumores sobre o futuro de Felipe Massa na Ferrari, mesmo porque ele tem feito sua parte na temporada, bem mais do que em 2012, e há a limitação do equipamento, como em Mônaco (problema na suspensão). Mas a imagem do post não deixa de ser emblemática. Trata-se, antes de mais nada, do primeiro teste de um piloto japonês no comando de uma máquina de F-1 produzida em Maranello. A Scuderia se valeu de técnicos nipônicos nos últimos anos – Osamu Goto, o ex-mago dos motores da Honda nos tempos saudosos de Ayrton Senna e Nelson Piquet trabalhou em Maranello, assim como trabalha Hirohide Hamashima, cooptado à Bridgestone para compreender o funcionamento dos pneus da Pirelli. Mas nunca um filho da terra do Sol Nascente havia entrado no cockpit. Coube a Kamui-San a honra, em Fiorano, ao lado da fábrica, com um F10, de 2010. Despejado da Sauber apesar da ótima temporada, longe da reputação de cavalo selvagem e cada vez mais próximo do campeão europeu de F-Renault, ele teria vaga mais que merecida em qualquer time médio ou grande do circo, além de custar pouco em relação aos tops. Tomara que volte em 2014, mas tomara que não seja, desde já, com o cavalinho empinado no peito. Só nas costas, no motor…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *