Skip to main content
 -
O sertanejo universitário cresceu, se formou e virou patrão! Ainda que haja resistência, o estilo musical ganhou o Brasil e, aos poucos, vem ganhando o mundo. E eu, jornalista por profissão e "sertanejeira" por vocação, vou falar um pouquinho desse universo para vocês!

Fãs criticam Fernando e Sorocaba por exibirem mulheres com ‘micro-shorts’ em novo clipe com Nego do Borel

‘Funknejo’, uma mistura de sertanejo com funk. Assim pode ser definida a música que a dupla sertaneja Fernando e Sorocaba lançou nesta sexta-feira, 14, em parceria com o cantor Nego do Borel. Conhecida no meio sertanejo por sempre inovar em suas produções, os sertanejos usam e abusam dos efeitos especiais no novo clipe. No entanto, o que está chamando a atenção dos fãs são as mulheres que participam da produção usando ‘micro-shorts’. No Facebook, fãs acusam a dupla de perderem a identidade.

No Facebook uma fã comentou: “Lixo de título, lixo de música. Dinheiro jogado fora com esse clipe. Sinceramente, a dupla perdeu a identidade”. Em seguida, outra seguidora acrescentou “precisava desse monte de mulher com micro shorts? Perdeu a identidade mesmo”.

Gravado em um aeroporto particular em Espírito Santo do Pinhal, no interior de São Paulo, o vídeo foi feito em plano-sequência, sem cortes. Além disso, eles utilizaram a técnica chamada freeze-frame, que permite que várias fotos sequenciais sejam transformadas em vídeo. A produção é assinada por Mariana Betoni e a direção é de João da Nobrega.

A música é animada, para cima e tem uma letra que “gruda” na cabeça. Em menos de uma hora, o teaser do clipe já foi visualizado mais de 40 mil vezes no Facebook.

Veja o clipe:

Related Post

Related Post

Publicidade

6 comentários em “Fãs criticam Fernando e Sorocaba por exibirem mulheres com ‘micro-shorts’ em novo clipe com Nego do Borel

  1. O Saudades dos anos 80; 90 , onde as músicas eram criadas com discernimento e ética. Porque hj tem que ser tudo a base de empresários. Ao mesmo tempo que o homem evolui rle retrocede.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*