“Uma dó” ou “Um dó”?

Publicado em Dicas de português

“Uma dó” ou “Um dó”? E aí, pessoal? O substantivo “dó” é feminino ou masculino? De que modo você diria esta frase?

Sinto uma dó quando vejo um cão abandonado!

Sinto um dó quando vejo um cão abandonado!

Bom, é muito comum ouvirmos pessoas dizendo que sentem uma dó quando querem expressar o sentimento de pena, piedade ou compaixão. Certamente, você já observou isso! Porém “dó”, que vem do latim dolus, é uma palavra masculina! Isso mesmo, pessoal! Mas, por que muitos a empregam no feminino? Provavelmente, porque associam o significado de “dó” ao significado de “pena”, que é uma palavra feminina! Mas, vale repetir, a palavra “dó” é masculina! Portanto: Sinto um dó quando vejo um cão abandonado!

 

Veja outros exemplos:

Tenho muito dó daquela criança!

Senti um dó imenso quando o vi naquele estado!

Não sinto dó nenhum dele! Bem feito!

 

E, atenção!

A palavra “dó” quando se refere à nota musical também é masculina! É muito comum, por exemplo, observamos músicos pedirem: “Me dá um dó maior”.

 

Para concluir:

A palavra “dó” é masculina, viu?

 

Leia também:

“Proibido entrada” ou “Proibida entrada”?

“Auto-escola” ou “Autoescola”?

“Friento” ou “Friorento”?

24 comentários para ““Uma dó” ou “Um dó”?

    1. Oi, Ricardo!

      É muito comum, mesmo, o emprego de “dó” como substantivo feminino.

      Fico imensamente contente por saber que a minha dica foi um aprendizado para você!

      Muito obrigada por interagir comigo continuamente, algo muito valioso para mim!

      Volte sempre!

      Denyse

    1. Olá, Valdemiro!

      É recorrente o emprego de “dó” como palavra feminina.

      Alegra-me o fato de você ter aprendido com o meu post!

      Agradeço a sua constante presença em meu blog!

      Volte sempre!

      Um abraço,

      Denyse

    1. Oi, Júlio César!

      Fico muito entusiasmada com a sua avaliação tão positiva!

      Muito obrigada por se fazer continuamente presente em meu blog, algo que eu adoro!

      Volte sempre!

      Denyse :)))

  1. Deu um dó de mim, agora, descobrindo que passei as últimas décadas usando a palavra de forma errada! Ainda bem que eu li essa coluna hoje, antes aprender tarde do que nunca!

    1. Olá, André!

      Não sinta um dó de si mesmo, não! A vida é um constante processo de aprendizagem!

      Você já aplicou o termo aprendido na exposição de seu comentário! Muito bem!

      Fica o meu convite para que você continue acompanhando a minha coluna!

      Denyse

    1. Oi, Raphael!

      Que isso! Não sinta um dó de si mesmo, não! Empregar “dó” como substantivo feminino é muito comum…

      A partir de agora, você só vai acertar… A propósito, você já acertou! Afinal, utilizou “um dó” na construção de seu comentário!

      Muito obrigada por retornar ao meu blog!

      Volte sempre!

      Denyse

    1. Oi, Teo!

      Fico muito contente com a exposição de sua valiosa opinião!

      Excelente é ter a sua constante presente em meu blog!

      Volte sempre!

      Denyse

    1. Olá, Reinaldo!

      É muito comum, mesmo, o uso de “uma dó”…

      Muito obrigada por partilhar o seu comentário, algo muito importante para mim!

      Agradeço, também, a sua presença frequente em meu meu blog!

      Volte sempre!

      Denyse

  2. Engraçado, convivo com uma comunidade de portugueses e sempre os ouvi dizer “um dó”, achava engraçado e ao mesmo tempo pensando que estava errado.

    1. Oi, Adélio!

      Pois é… O fato de ser muito comum o emprego de “uma dó” faz com que “um dó” soe estranho ou engraçado…

      Muito interessante o seu relato de experiência com o termo “dó”! Agradeço por partilhar conosco!

      Fica o meu convite para que você retorne ao meu blog!

      Denyse

  3. Obrigado pela dica, normalmente as pessoas falam “uma dó”, legal saber que a palavra vem do latim “dolus” e que é uma palavra masculina, assim fica mais fácil entender o motivo de “um dó”. Obrigado.

    1. Olá, Eduardo!

      Realmente… É muito recorrente as pessoas falarem “uma dó”…

      Fico extremamente contente com a cuidadosa avaliação que você faz da minha dica!

      Legal é ter a sua presença aqui!

      Muito obrigada!

      Volte sempre!

      Denyse

    1. Olá, Hermes!

      É muito gratificante saber que você aprendeu “mais uma vez” com o meu blog!

      Excelente é ter a sua contínua presença em meu blog!

      Muito obrigada!

      Volte sempre!

      Denyse

  4. Nossa! Essa notícia é chocante! A vida inteira falando errado, me senti a formiguinha daquele vídeo antigo! Ai que dó, que dó! Que dó da formiguinha!!! Risos…
    Obrigado, Denyse!
    Abraço!

    1. Oi, Fabiano!

      Muito risos…

      É muito comum o emprego de “uma dó”… Por isso, “um dó” acaba sendo, mesmo, chocante!

      Agradeço a sua presença contínua em meu blog, algo que me enche de alegria!

      Volte sempre!

      Abraço,

      Denyse

    1. Oi, Arthur!

      Fico muito feliz com o registro de seu comentário!

      Bacana é o seu retorno ao meu blog, algo muito valioso para mim!

      Volte sempre!

      Denyse

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*