Skip to main content
 -
Ricardo Kertzman nasceu em 1967. Um homem inquieto, irrequieto e inundado de sentimentos.

Imortalidade é um bem. Certos expoentes não estão sabendo manter o bom legado

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on Twitter0

Entrar para a história é para poucos. Como entrar é uma escolha de cada um. Tem gente se perdendo na reta final do caminho. Uma pena

Imagem: Google

Há um vídeo sensacional circulando por aí,  filmado em um shopping de Londres, onde todos,  ao mesmo tempo e espalhados pelos quatros cantos do mall, cantam a inesquecível canção Bohemian Rhapsody, da igualmente inesquecível banda inglesa de rock Queen.

Ao assisti-lo, me peguei pensando sobre imortalidade. Não a literal, que não existe. Mas a poética, a metafórica. A imortalidade contida nas leis de Newton e de Einstein; nos ensinamentos religiosos que ultrapassam a barreira dos milênios; nas obras de Da Vinci e Beethoven.

Imortalidade contida nas memórias que carregamos dos nossos pais e avós; das brincadeiras de rua da distante infância; na pedra fria dos monumentos históricos; dos fatos marcantes ao longo da civilização humana dos livros de História.

O corpo não é imortal, meus caros. Mas nossos atos e ensinamentos são. Nosso amor e nossas lições de vida também. Assim como nossos nomes, grafados nas lápides mudas dos cemitérios. Carregam eternamente a história de vida de cada um.

Corta!

Roger Waters, ex-líder e vocalista da extinta banda Pink Floyd, também é imortal. Não seu físico já velho e cansado, mas sua magnífica obra.  Ele está em turnê pelo Brasil. Não irei assisti-lo. Já o fiz durante muitos anos, por vários continentes, inclusive.

Infelizmente, já há algum tempo, Roger decidiu tornar-se ativista de esquerda. E como pensador e analista de fatos políticos e sociais é um magnífico músico. Ao misturar ideologia com música vem manchando seu legado. Ou melhor, sua imortalidade.

Ontem, em São Paulo, resolveu aderir ao  #EleNao,  e ganhou uma sonora vaia por quase cinco minutos. Pobre, Roger! O que entende sobre política brasileira para se imaginar apto a defender uma causa ou um lado? Eis um semideus manchando sua obra.

Expoentes decidem como entrarão para a história. Se admirados, ilibados, icônicos ou  meras más lembranças. Hitler é imortal. Mussolini é imortal.  Como são Mao Tsé, Fidel Castro, Stalin. A escolha é de cada um, como foi a de Gandi ou Madre Teresa.

Lula poderia ser lembrado como um líder popular que mudou o triste rumo do Brasil. Mas será lembrado apenas como um ladrão. A narrativa de alguns fanáticos sucumbirá diante dos fatos e os livros do futuro lhe colocarão no devido lugar.

Como Jair Bolsonaro, se confirmar seu favoritismo e se tornar presidente. Hoje, é apenas uma expectativa, boa ou ruim, a depender da ótica. Amanhã, sendo presidente, tornar-se-á imortal. Como será lembrado dependerá do caminho que escolher.

Encerro

Iniciei este post com um propósito e acabei me perdendo em outros pensamentos. A mensagem final é que tornem-se imortais para quem lhes cerca. E da melhor maneira, é claro. Se o alcance for maior, muito melhor. Desde que seja exemplar.

De minha parte, faço o possível para isto. Escrever e me expor publicamente é uma forma de ultrapassar a fronteira do meu círculo íntimo. E em momentos como os atuais, onde opiniões circulam sem barreiras, me esforço para levar a melhor mensagem.

Leia também.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on Twitter0

Postagens relacionadas

Quer votar no Bolsonaro mas tá com nojinho? Então ... Não dá para não escutar as bobagens que diz o ex-capitão do exército, mas também não dá para não enxergar o que representa Fernando Haddad e a volta d...
Apenas no nordeste o PT ainda resiste. É preciso i... Vencer a extrema pobreza e a falta de educação no norte e nordeste do Brasil é a chave para derrotar o PT e levar o progresso à região Há ininter...
Bolsonaro é o quarto grande alerta do povo aos nos... Governantes geralmente são cegos e surdos. Não enxergam nem ouvem a realidade. Quando acordam, a casa já caiu Foto: Divulgação/Jair Bolsonaro Em ...
Você aí, leitor e leitora amigos, perdidos neste t... Um post escrito para quem sabe ler, pensar e debater sem ofensas ou pré-conceitos imutáveis. Um post para quem ainda não se decidiu Quem realmente é...
Publicidade

30 comentários em “Imortalidade é um bem. Certos expoentes não estão sabendo manter o bom legado

  1. Em SP ele disse que foi censurado, é mole? Agora vaias do público para uma manifestação tosca de um estrangeiro que não sabe nada do Brasil virou “censura”. Fala sério. E pra fechar com chave de ouro, os paulistas gritaram “Ei Lula vtnc”. Vai ver foi por causa da censura né!?

    1. Definição de fascismo : “Num artigo da Enciclopedia Italiana de 1932, escrito por Giovanni Gentile e atribuído a Benito Mussolini, o fascismo é descrito como um sistema no qual “o Estado não apenas é autoridade que governa e molda as vontades individuais com leis e valores da vida espiritual, mas também poder que faz com que a sua vontade no estrangeiro prevaleça. …Para o fascista, tudo está dentro do Estado e … nem indivíduos ou grupos estão fora do Estado… Para o Fascismo, o Estado é absoluto, perante o qual os indivíduos ou grupos são apenas algo de relativo.”
      Mussolini, em um discurso proferido dia 28 de outubro de 1925, proferiu a frase que define concisamente a filosofia do fascismo: “Tutto nello Stato, niente al di fuori dello Stato, nulla contro lo Stato” (“Tudo no Estado, nada fora do Estado, nada contra o Estado”).

      Portanto, na essência, são iguais: Socialismo e Fascismo.

      1. É isto, mandou bem, mas tente explicar isto para um petista.
        Não tem jeito, eu já tentei, inclusive com pessoas que eu considerava que tinham um certo nível cultural, alguns com mestrado, doutorado, etc.
        Isto só me provou que a erudição e inteligência nem sempre andam juntas, e a segunda é muito limitada quando se tem “crenças” tão arraigadas que impedem um melhor raciocínio e análise de fatos, sejam atuais e/ou históricos.
        Resumindo, muitos podem ter diplomas e títulos mas são burros e limitados, porque diplomas podem ser obtidos com certa facilidade, ainda mais em tempos onde se encontra teses e dissertações que custam muito pouco na internet, facilmente adaptáveis utilizando-se “marca textos” em cópias parciais de obras para se colocar nas referências bibliográficas, por outro lado a tal inteligência é difícil de ser trabalhada, pois tem muito de hereditariedade e do meio cultural onde se cresce.

  2. Sou fã do Roger Waters como músico compositor. Ele é o genial talento do Pink Floyd.
    Mas ele não tem a mínima noção do quanto o PT (e sua turma esquerdopata) é nocivo à democracia, ao desenvolvimento econômico, político e social do Brasil. Não sabe nada de quanto a esquerda tupiniquim é retrógrada e autoritária (o mundo do esquerdista brasileiro ainda vive a Guerra Fria dos anos 60).mal sabem até mesmo do que os ditadores Chavez e Maduro fizeram com a Venezuela. Acreditam no conto do vigário que Lula é mesmo um “pai dos pobres” que tirou milhões da miséria.
    E Waters, como os americanos e europeus, tem um profundo desconhecimento do que ocorre abaixo da linha do Equador e uma visão idílica do esquerdismo.
    Quem viaja p/ o mundo desenvolvido e civilizado (países onde um lula/ dilma da vida não seriam eleitos nem p/ distribuidor de papel higiênico em sanitários públicos) sabe o quanto somos inexistentes no na imprensa de lá.
    Politicamente, Waters é um perfeito idiota como, por exemplo, os ferrenhos defensores de Chávez,Oliver Stone e Sean Penn
    Como fâ (tenho todos os discos do P. Floyd e os solos de Waters, Gilmour e Wright) fico profundamente decepcionado com a irresponsabilidade e decrepitude intelectual desse grande gênio do Rock progressivo.

      1. Como o pt vai afundar, darei uma ideia pras ‘novas’ camisas que dão o recado que petista …lá vai:
        Camisas com foto/silk com Roger Waters em todas as versões com os dizeres:

        1-“amused to death” enquanto esperam o dia de votar
        2- “Radio”; enquanto escutam fake news no ‘radinho’
        3- “The Final Cut”; quando verem que foram derrotados
        4- “In The Flesh”; quando sentirem na pele que perderam e não tem volta
        5- “The Pros and Cons of Hitch Hiking; para os que vão pra cuba ou venezuela após as eleições de mochila
        6- “The Wall Live”; quando baterem a cara no muro vendo que cuba e venezuela não são paraísos
        7- “The dark Side Of The Moon”; quando perceberem que viveram nas trevas e que estavam no mundo da lua.
        ps: Mandem um exemplar do “The Wall” lp 180 gramas pro lula antes de irem pra venezuela ou cuba, o som é quadrifonico(4 canais) e ideal para ouvir dentro de 4 paredes.
        Mandem “The Dark Side Of The Moon” quadrifonico pro lula também pra ele ouvir no escuro olhando pra lua e como um ‘Lunatic” pensar que está do lado da lua que não se vê.

        Gostaram?

      1. Cidrac
        Nada a ver. Nao tenho ídolo nenhum. Só considero um genial músico compositor . No resto é um perfeito idiota como .
        Com todo respeito, não tente me medir por sua régua de idólatra.

        1. Olá Mendes, não é caso para régua, tem de ser fita, pois, roqueiro fica se batendo, jogando a cabeça pra frente e para trás, o cabelo desgrenhado e aquela anemia, periga quebrar a régua, já a fita é mais flexível e se amolda ao desatinado. A não ser que fosse a régua de Lesbos, bem mais ai já é outra história. Desculpa ai, ta?

  3. O que mais me impressionou foi a surpresa do público. Com certeza os presentes devem ser ouvintes de Fernando e Sorocaba que caíram de paraquedas no show por ser “cool”.
    Quem acompanha a carreira e a atual turnê, estando ele certo ou errado, não se surpreendeu.
    Quem não concorda, só não ir ao show. É tão simples.

    1. Assim como ele teve a liberdade de expor suas convicções, grande parte do público exerceu o mesmo direito ; ainda que contrário ao artista.
      é a Democracia. Mas não me espanta que ele não tenha gostado.. A esquerda tem esta mania, de não tolerar pensamentos contrários e dizer que sofrem perseguição. Inocentes até o fim….
      Segue o show.

  4. Não vi nada demais no show de ontem que ameaçasse a imortalidade de alguém, a não ser uma lulista que tomou tapa na beiça da bolsonista, e revidou com uma delicioso banho de cerveja geladinha. E com certeza essas duas não serão imortais.
    Olha, estão criando uma tempestade num copo d’água, se o Roger é Bolsista ou Lulista não importa. O show foi sensacional, eu gritei “elenao” e “lulavaitnc” como se fossem músicas de trabalho da turnê.
    E o legado de Roger sempre foi ser ativista das causas impossíveis, assim como São Judas Tadeu, tipo não aumenta e não diminui em nada, mas a arte sempre acrescenta.
    Então meu nobre, não me venha querer matar a imortalidade de um imortal que nunca morre ok.
    Abraço.

  5. “Ontem, em São Paulo, resolveu aderir ao #EleNao, e ganhou uma sonora vaia por quase cinco minutos. Pobre, Roger! O que entende sobre política brasileira para se imaginar apto a defender uma causa ou um lado? Eis um semideus manchando sua obra.”, olha aí gente, Ricardinho querendo limitar a opinião de Roger Walters.kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Pelo amor de Deus, tinha que ser o Ricardinho, mesmo

  6. Meu querido o fascismo não é exclusividade do Brasil. O Pink Floyd e Roger Waters principalmente, há 40 anos combate o fascismo…acho o sr. inteligente demais para não entender isso…que o sr não goste do PT, do LULA dá pra entender…também não morro de amores por eles. Mas logo o sr. que possui sangue do povo judeu correndo em suas veias defender um fascista nascido da mesma árvore que deu frutos tão horríveis como Hitler, Mussolini, Franco, etc, defender um cidadão homofóbico declarado, machista, amigo e adorador de torturadores, misógino e preconceituoso contra negros e nordestinos realmente não dá pra entender!!! Finalizando o Roger Waters não manchou sua obra ele não é petista ele luta contra o fascismo que vitimou seu pai na II gerra mundial, Mancharia sua obra se talvez projetasse a laser #Elesim, seria uma enorme contradição do tamanho do enorme “THE WALL”. Abraço.

    1. Falou tudo. Eu tambem me pergunto como alguem com sangue judeu apoia um candidato que usa o slogan do goebbels (deutshland ubber alles / brasil acima de tudo) esta escrito na testa dele “sou um porco nazista”

    2. Olá Pereira, quem sabe se o Inundado tomasse contato com a música e os escritos de Jorge Mautner (o filho do kaos) ele não pudesse sacar melhor as coisas? Deixo a sugestão!

  7. Meu querido o fascismo não é exclusividade do Brasil. O Pink Floyd e Roger Waters principalmente, há 40 anos combate o fascismo…acho o sr. inteligente demais para não entender isso…que o sr não goste do PT, do LULA dá pra entender…também não morro de amores por eles. Mas logo o sr. que possui sangue do povo judeu correndo em suas veias defender um fascista nascido da mesma árvore que deu frutos tão horríveis como Hitler, Mussolini, Franco, etc, defender um cidadão homofóbico declarado, machista, amigo e adorador de torturadores, misógino e preconceituoso contra negros e nordestinos realmente não dá pra entender!!! Finalizando o Roger Waters não manchou sua obra ele não é petista ele luta contra o fascismo que vitimou seu pai na II gerra mundial, Mancharia sua obra se talvez projetasse a laser #Elesim, seria uma enorme contradição do tamanho do enorme “THE WALL”. Abraço.

  8. Na época da Copa aqui no Brasil, fui ao jogo Inglaterra X Costa Rica. Levei comigo um cartaz que dizia: DEUS SALVE A RAINHA E A DILMA QUE SE FODA.
    Foi um sucesso. Um inglês veio perguntar o que estava escrito , pois as pessoas estava tirando muitas fotos com o cartaz. Traduzi para ele. Ele se assustou e disse que eu não devia falar assim de um presidente. Eu disse a ele no meu melhor inglês : Venha morar aqui meu amigo, e entenderá.
    Resumindo: quem visita o paísse hospedando em hotéis 5 estrelas, salas vip em aeroportos, estádios padrão FIFA, não conhecem a realidade do nosso país. Se a maioria está vaiando ou protestando, é pq alguma coisa está errada.

  9. Ótimo comentario, sou fã da banda inglesa há muitos anos, desde que me entendo por gente, comprei dois ingressos p assistir mas já desisti, o meu ódio ao PT e aos petistas se transferiu para o vovô Roger Waters, não vou mais ao show e a partir de agora acho que ele é um grande idiota que não sabe nada de nada, David Gilmour tem razão, não dá pra aturar esse cara. Adeus Roger, vai com as pulgas! Idiota!

    1. Heleno,
      meu filho comprou os ingressos com antecedência e não fomos nem iremos!
      Q RW VTNC, hoje ele compõe músicas com ‘pilha fraca’, dá sono.
      Pra piorar ainda vem na nossa casa pra ganhar dinehiros e dar pitacos.
      Ele que sifô, que vá babar no pé da rainha decorativa lá na pqp.

  10. Olá Inundado, deu para perceber que um número expressivo de tapuias, botocudos e puris ficaram desnorteados e rodopiam feito baratas tontas atingidas pelo detefon, ou seria sbp (terrível contra os insetos, contra os insetos), pois, deslumbrados com os brancos que afloram de além mar, das repúblicas queijeiras – como diria Ariano Vilar Suassuna – descobriram-se sem pai. Não sabem o que dizer, mas estariam aplaudindo se o músico tivesse fomentado o fascismo. É a turba louca, o bando de lemingues que invariavelmente aceitam as quinquilharias que vem do norte, uns, inclusive, aplaudem a rainha e xingam a principal autoridade pública da nação. É muita boçalidade, viu!

  11. Quem escreveu esse texto bobo não sabe falar inglês (o que não é nenhuma vergonha). Se sabe, então não gosta de Pink Floyd. Mas se sabe e se gosta, realmente sofre do grande mal da educação brasileira: junta A + B e não consegue interpretar o que está lendo.

    Imagina quando começarem a traduzir Rage Against the Machine, U2, Radiohead…

  12. Melhor mesmo é votar como os paulistas… e eleger Janaína Paschoal, Alexandre Frota, Tiririca e outros e outras mais. Este sim, é um povo que sabe votar, não é mesmo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.


*