Bora, Galo! Cale os cornetas amanhã. Sobretudo este aqui.

Publicado em 69 Comentáriosblogueiros

Diante da nova onde de azar, o negócio é já ir ensaiando o “eu acredito”. Eu acredito!

Parece com alguém que você conhece?

Giovanni, Carlos César, Gabriel, Ed Carlos e Fábio Santos. Lucas Cândido, Yago e Carlos Eduardo. Maicosuel, Fred e Robinho. Opções: Ronaldo Conceição, Clayton e Hyuri. Putz! Vai ser teste pra cardíaco e corneta algum botarem defeito. Pessoalmente, já estou afinando a minha. Não para o time, claro. Jamais vaiei o Galo e jamais o vaiarei. Aliás, nem jogador eu vaio. Mas xingo, viu? E como xingo! Meus companheiros de estádio que se preparem, pois a chinela, digo, a corneta vai cantar. E alto! Parecerá trombone. Salvo um milagre de 7 de setembro, e Ed Carlos jogar como Jemerson. Ou Carlos Eduardo encarnar o Ronaldinho. Quem sabe o Yago não se revela outro Rafael Carioca? Porque esperar o Carlos César matar a pau, aí, mermão, num rola, não!

Mas há um lado positivo para a cornetança: Carlos se machucou. Novidade, não? E Dátolo, parece, não ficará no banco novamente. Para completar, Marcos Rocha está fora. Assim, nem ao céu nem ao inferno. O corneteiro do bem, aquele que apenas xinga os pernas-de-pau, poderá ir com a certeza de uns bons berros sem que um AVC lhe tire a vida. No máximo, uma dor de cabeça ou uns petelecos dos vizinhos xiitas, aqueles, como o Bê Masca, que acham que “atleticano de verdade” tem de aplaudir até gol contra do Patric.

Bora lá, Galo doido! Três pontos. De preferência com goleada. Se der, com gols do Hyuri, que é para calar coxinha corneteiro.