Bora, Galo! É o jogo da afirmação.

Publicado em Sem categoria

O simpático Santinha, time mais popular de Pernambuco, será o nosso verdadeiro divisor de águas neste campeonato brasileiro. Por que? Simples. O Atlético vem oscilando entre bons e maus momentos, entre boas e péssimas partidas, entre grandes e medíocres resultados. A despeito de contusões, problemas extra-campo, troca de treinadores, etc., o fato é que ainda não nos encontramos neste ano, fosse na Libertadores, seja no brasileiro. Não temos um time, não temos um padrão e não temos, principalmente, aquela “liga”imbatível entre torcida e equipe. E é isto que espero recomeçar no jogo de hoje, no Horto. E para tanto, para que Massa e Clube deem-se as mãos novamente, sem vaias, sem suspiros, sem cornetas, é fundamental uma partida perfeita hoje a noite. Intensidade, raça, pressão, técnica e… gols! Muitos, de preferência.

 

O Santa Cruz é baba? Sim, é. Oferece perigo? Claro. O Galo tem tudo para trucidar os pernambucanos? Tudo e mais um pouco. Três pontos garantidos, então? De jeito nenhum. Sem a tal partida perfeita, amigos, nada feito. Até porque, aqui é Galo, e sabemos muito bem o que significa. Bobeou, dançou! Fez um ou dois golzinhos e ficou esperando o jogo acabar? Já era! Fizemos isto contra o Vitória, contra o xará paranaense, contra o Sport e deu no que deu. Por isto, nada de corpo mole, de salto alto ou de piedade. Bora passar o rolo nos caras, tipo Alemanha no Brasil nos 7×1. Daí, quando estiver uns 4 ou 5 a 0, aos 40′ do segundo tempo, poderemos relaxar e gritar alto:

CAIU NO HORTO… TÁ MORTO!!!

Até lá, pessoal!

Um comentário para “Bora, Galo! É o jogo da afirmação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.