Passados quatro anos, rodoviária de Betim permanece fechada e sem previsão de operar

Publicado em Integração metropolitana, Terminais, Transporte rodoviário, Transporte urbano
Ramon Lisboa/EM/D.A Press
Ramon Lisboa/EM/D.A Press

Inaugurada com pompa e circunstância por políticos e autoridades de Betim em junho de 2012, a rodoviária de Betim, na Região Metropolitana de Betim, permanece abandonada pelo poder público e sem previsão de começar a operar. Passados quatro anos desde a entrega oficial da obra, a Prefeitura de Betim e o Departamento Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER/MG), órgãos responsáveis pela resolução do impasse, trocam responsabilidades, num jogo de empurra que envolve a aprovação do projeto arquitetônico do edifício. Desde dezembro de 2013 a área interna do terminal já é usada para atendimento às linhas municipais de Betim.

O DER/MG afirma, por meio de nota, que solicitou ofício à prefeitura do município de cerca de 425 mil habitantes solicitando a conclusão de itens contidos no projeto arquitetônico do edifício, para então emitir o Termo de Autorização de Funcionamento. O órgão gerenciador do transporte intermunicipal em Minas Gerais informa que não foi comunicado sobre o término dos serviços solicitados.

Ramon Lisboa/EM/D.A Press
Ramon Lisboa/EM/D.A Press

A Prefeitura de Betim, por sua vez, alega que o funcionamento do terminal está condicionado a uma série de adequações e aprovações a serem realizadas pelo próprio DER, dentre os quais a aprovação do projeto arquitetônico citado pelo órgão do governo estadual. Caso haja adequações no terminal, salienta a prefeitura, estas ainda seriam de responsabilidade do grupo empresarial que administra o shopping construído ao lado do terminal.

“É importante ressaltar que a inauguração foi feita sem a conclusão dessas adequações e que uma das condicionantes do funcionamento da rodoviária, entre as não cumpridas, estava a finalização das obras da trincheira de interligação entre o Partage Shopping Betim e o Centro, cuja conclusão se deu no ano passado”, acrescenta a Prefeitura de Betim.

HISTÓRICO A previsão inicial era de que a rodoviária de Betim, erguida em contrapartida para a construção de um shopping às margens da rodovia Fernão Dias, começasse a ser utilizada ainda em 2012. O local serviria como ponto de embarque e desembarque de linhas intermunicipais e interestaduais que passam pela rodovia, atendendo também novas linhas de ônibus com destino à Betim – entre elas, linhas já registradas no DER/MG para Itaúna e Divinópolis, na Região Centro-Oeste do Estado.

 

Atualização

Em nota, o DER/MG voltou atrás em relação ao declarado anteriormente, e afirma que solicitou à Prefeitura de Betim a conclusão das obras previstas no projeto do empreendimento. Após nova vistoria, a prefeitura poderá então emitir o Termo de Autorização de Funcionamento. “Até o momento o DER/MG não foi comunicado pelos responsáveis sobre a conclusão das obras”, conclui o órgão.

2 comentários para “Passados quatro anos, rodoviária de Betim permanece fechada e sem previsão de operar

  1. Este “ponto de ônibus de luxo” será promessa dos futuros prefeitos, assim como já vemos com a velha história do metrô em BH… Isso não vai sair nunca do papel, o que é uma pena!

  2. SERÁ QUE O NOSSO PRESIDENTE DA REPÚBLICA VIR A FRENTE ESTE PROBLEMA DA RODOVIÁRIA SERIA RESOLVIDO, TENHO MINHAS DÚVIDAS. A QUEM NÃO INTERESSA O FUNCIONAMENTO DA RODOVIÁRIA DO BETIM, SOMENTE AOS POLÍTICOS!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *