Oito cidades mineiras reajustam tarifa acima da inflação

Publicado em Bilhetagem eletrônica, Integração tarifária, Move, Move Metropolitano, Suplementar, Tarifa, Transporte urbano
Bruno Freitas/Faixa Exclusiva
Bruno Freitas/Faixa Exclusiva

Usuários do transporte coletivo de pelo menos oito cidades mineiras, incluindo Belo Horizonte, e da Região Metropolitana da capital, começarão 2017 com passagens de ônibus reajustadas bem acima da inflação acumulada no ano. A partir de 1º de janeiro municípios como Uberaba, no Triângulo Mineiro, e Divinópolis, no Centro-Oeste do estado, cobrarão novas tarifas com percentuais de aumento que chegam a 12,7% (veja tabela abaixo) – o dobro da inflação acumulada de 6,43%, calculada de janeiro a novembro pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

Ipatinga, no Vale do Aço, e Poços de Caldas, no Sul do estado, já adotaram os novos valores desde 20 de dezembro. Em Itaúna a cobrança começou a valer no último dia 29 com a promessa de chegada de novos coletivos, mas os ônibus ainda não começaram a rodar na cidade. Já em Divinópolis, que recebeu uma frota de 21 veículos zero quilômetro, a passagem aumenta a partir de 3 de janeiro.

Bruno Freitas/Faixa Exclusiva Divinópolis, no Centro-Oeste, foi o município que apresentou maior percentual de aumento
Bruno Freitas/Faixa Exclusiva Divinópolis, no Centro-Oeste, foi o município que apresentou maior percentual de aumento

Todos os municípios que reajustaram a tarifa entre dezembro e o início de 2017 tem o transporte coletivo explorado por grandes grupos de empresas de ônibus mineiras. Em quatro das cidades (Coronel Fabriciano, Ipatinga, Itaúna e Timóteo) as linhas são administradas pela empresa Autotrans, do grupo Saritur.

MENORES TARIFAS Como comparação, a região Sul de Minas ainda concentra valores inferiores à da tabela mais recente. Em Alfenas, São Lourenço e Três Corações, cujo transporte coletivo é operado por empresas locais, a tarifa custa R$ 2,65, R$ 2,75 e R$ 3, respectivamente.

Cataguases, na Zona da Mata, tem uma das menores tarifas de Minas: R$ 2,25, valor cobrado desde 16 de março. O transporte é operado por seis empresas de ônibus (quatro delas com atuação na zona rural). Todas as viações, também com sede no município.

CONFIRA OS REAJUSTES:

Belo Horizonte
Tarifa predominante: De R$ 3,70 para R$ 4,05
9,4% de aumento

Coronel Fabriciano
De R$ 3,40 para R$ 3,80
11,8%

Divinópolis
De R$ 3,45 para R$ 3,90
12,7%

Ipatinga
De R$ 3,40 para R$ 3,80
11,8%

Itaúna
De R$ 3,00 para R$ 3,40
11,3%

Região Metropolitana de BH
Tarifa predominante: De R$ 4,45 para R$ 4,85
8,99%
Tarifa média (30 tarifas): 9,46%

Poços de Caldas
De R$ 3,30 para R$ 3,60
9%

Timóteo
De R$ 3,40 para R$ 3,80
11,8%

Uberaba
De R$ 3,50 para R$ 3,80
10,8%

Um comentário para “Oito cidades mineiras reajustam tarifa acima da inflação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*