Concessionárias solicitam à BHTrans redução de 3% da frota de ônibus em circulação

Publicado em Ar-condicionado, Licitação, Move, Transporte urbano
Bruno Freitas/Faixa Exclusiva

As empresas concessionárias do transporte por ônibus de Belo Horizonte solicitaram à BHTrans nesta quarta-feira (12) a redução de 3% da frota em circulação – cerca de 98 coletivos. A decisão, segundo a empresa de transportes de trânsito da capital mineira, está sendo avaliada com base nos requisitos contratuais. Procurado pelo Faixa Exclusiva, o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte (Setra-BH) ainda não se manifestou a respeito.

As principais razões para o enxugamento da frota são a acentuada queda no número de passageiros transportados desde 2011 (veja quadro abaixo), os custos operacionais e execução do BRT/Move – cujas novas fases de implantação sequer saíram do papel.

Equação econômico-financeira contida na proposta comercial entre as empresas de ônibus e a prefeitura de Belo Horizonte, no contrato de concessão celebrado em 2008, a Taxa Interna de Retorno (TIR) foi limitada a 8,95% ao ano. A TIR determina o equilíbrio entre as receitas, os encargos, investimentos e riscos assumidos por cada concessionária. Algumas empresas de ônibus, por outro lado, alegam prejuízo e a queda na demanda apenas agrava a alarmante situação do transporte de passageiros por ônibus na capital.

EQUILÍBRO ECONÔMICO
Duas saídas encontradas por fontes ouvidas pelo blog para o equilíbro econômico-financeiro do sistema são a retirada do agente de bordo (cobrador) em todas as linhas e a desoneração das Contribuições de Intervenção no Domínio Econômico (Cide), imposto sobre o óleo diesel, impasse que depende da aprovação do prefeito Alexandre Kalil (PHS).

Atualmente 2.951 ônibus circulam em Belo Horizonte. A BHTrans não soube informar o número de agentes de bordo do sistema. O atual contrato de concessão dos ônibus vai até 2028 e não exige a instalação de ar-condicionado na frota, conforme decretou Kalil logo após assumir o governo, no início do ano.
Ônibus em Belo Horizonte
PASSAGEIROS TRANSPORTADOS E REGISTRADOS, POR ANO

2008 – 435.388.116
2009 – 443.147.783
2010 – 445.303.429
2011 – 455.842.706
2012 – 453.219.840
2013 – 439.510.724
2014 – 448.316.052
2015 – 438.937.197
2016 – 408.273.444
2017 – 58.418.22

Fonte: BHTrans

6 comentários para “Concessionárias solicitam à BHTrans redução de 3% da frota de ônibus em circulação

  1. A proposta das empresas, se aceita, vai trazer mais prejuízo aos usuários do transporte coletivo.
    Se diminuir o número de ônibus em circulação certamente haverá diminuição de horários.
    Mais certo seria as empresas estudarem formas de atrair o público que está deixando de utilizar o transporte coletivo.

  2. Se o pedido das empresas for atendido, quem vai ser prejudicado mais uma vez vão ser os passageiros.
    Diminuindo o número de ônibus certamente diminuirá os horários dos ônibus. Porque as empresas não buscam meios para trazer mais passageiros para os ônibus?

  3. Ola,tudo bem! Sempre acompanho seu Blog. Uma indagação que me incomoda: a linha 4205 não irá virar Move não? Ela passa por diversos locais importantes como : Fórum, Augusto de Lima, Academia da Polícia Militar, Prado, Calafate, Rua Platina, Faculdades, Nova Suissa , Gameleira, Cefet 1, etc…. Cara até quando a Bhtrans ignorará isso!

    1. Olá Christian, obrigado pela participação e comentário. Creio que a linha 4205 não seja integrada ao sistema BRT/Move tão cedo. Vamos aguardar!

      1. Ei Bruno, a quanto à implantação de outras linhas? O projeto inicial previa a integração do 8207 ao Move e a criação de linha ligando a Est. São Gabriel à Est. Pampulha. Isso algum dia sairá do papel?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*