Juventude e violência

Publicado em Deixe um comentário

Apesar de uma significativa melhoria nos indicadores de crimes nos últimos anos, o Brasil é um país violentíssimo. E vários estudos têm comprovado, sistematicamente, que os jovens são as maiores vítimas da criminalidade. A escassez de políticas públicas destinadas aos jovens, um grande número de armas disponíveis (e sem controle do Estado) e o adensamento do tráfico de drogas, principalmente […]

Mídia e segurança pública

Publicado em Deixe um comentário

Estamos assistindo, nos últimos tempos (e especialmente nos últimos dias) a uma verdadeira batalha de egos de policiais e advogados na apuração de crimes em São Paulo e Minas Gerais. Tudo isso, com a estimulação de uma mídia sedenta pelo espetáculo (mesmo macabro) e, em certa medida, glamourizadora da violência. Na democracia, o crime – qualquer que seja – deveria […]

A violência que nos iguala

Publicado em Deixe um comentário

O Brasil vive uma guerra não declarada. Os números da violência e da criminalidade são impressionantes. O total de mortes por causas externas (que, além de homicídios, inclui também acidentes, suicídios e outras causas não naturais) provocou no país cerca de dois milhões de mortes de 1980 a 2000 – o equivalente à população de Brasília. Em 82,2% dos casos […]

Segurança Pública: um recomeço?

Publicado em Deixe um comentário

Segundo reportagem do Jornal Folha de São Paulo, de 25/07/2010, o chamado PAC da Segurança Pública, lançado em agosto de 2007 pelo presidente Lula com a meta de reduzir os índices de homicídio pela metade, teve efeito quase nulo na contenção de mortes do tipo. Na maioria dos Estados (15) e no DF, o número de assassinatos aumentou.Ainda segundo a […]

Bem vindos

Publicado em Deixe um comentário

Amigos/as,este é um espaço destinado ao debate sobre temas variados: direitos humanos, segurança pública, violência, cidadania, política, cultura, religião.Aqui pretendo disponibilizar algumas produções e reflexões que tenho nessas áreas e compartilhar.Seja bem vindo(a) ao meu blog.Robson Sávio