A velhice do olhar

Publicado em 1 Comentárioblogueiros
Publicado em 1 Comentárioblogueiros

“O mundo gira, a Lusitana roda”, diz a propaganda da transportadora paulista. O slogan é antigo, mas o Google informa que a empresa continua rodando. O mundo, por sua vez, nem é preciso consultar, gira cada vez mais rápido, numa velocidade febril. Qual uma centrífuga enlouquecida, vai jogando para o espaço o que parecia eterno, o que era, aos olhos […]

O comerciante, a gaiola e o homem que amava urubus

Publicado em 3 Comentáriosblogueiros
Publicado em 3 Comentáriosblogueiros

  Era uma vez uma varanda, uma gaiola e, dentro dela, um passarinho triste. O mais triste que já vi em toda minha vida. A varanda pertencia a um restaurante em Conceição do Mato Dentro, Minas Gerais, e o passarinho à natureza. O dono do restaurante, no entanto, acreditava que o passarinho era dele e o separou da natureza. Por […]

Manzanas de Neuquen

Publicado em Deixe um comentárioblogueiros
Publicado em Deixe um comentárioblogueiros

  Naquela época tudo no mundo era especial. Se na mesa não faltava o de comer, todo o resto era escasso e caro. A indústria era novidade e muita coisa ainda não existia ou, quando existia, não se podia comprar pronta no comércio. Era feita em casa ou encomendada. Qualquer distância era sempre longa e tudo levava tempo. Nas cidades […]

Uma história inventada

Publicado em Deixe um comentárioblogueiros
Publicado em Deixe um comentárioblogueiros

Mulher e oito filhos pequenos, panela grande demais para o pouco que tem na cozinha. O espaço que a comida não ocupa no fogo, o homem o preenche com amargura. E dela se alimenta sem qualquer tempero, farinha seca sobre o assoalho da garganta. Sem dormir, sem dormir, sem dormir, noites a fio, o homem desesperado abre a porta da […]