Verde Gaio reabrirá mês que vem

Publicado em Sem categoria

Um dos principais restaurantes portugueses de BH, o Verde Gaio ensaia para mês que vem sua reabertura. Será em formato diferente, vizinho à outras casas do Distrital, espaço alternativo que tem ajudado a revitalizar o Mercado do Cruzeiro. Pequeno, compartilhará mesas com o bar Balaio de Gato e a Academia do Café. Terá pratos executivos no almoço, comidas para levar para casa e petiscos vendidos por peso para consumir ali mesmo. A mesma família está à frente da empreitada, tendo como proprietário Everardo Ribeiro, genro do fundador, Osvaldo Formoso, que veio de Portugal para a capital mineira nos anos 1950. A obra está quase pronta e a inauguração está prevista para, no máximo, dia 15 do mês que vem.

Abaixo, Everardo (à esquerda) e o chef Renato Quintino, que presta consultoria para a casa:

Edésio Ferreira/EM

No caso do almoço executivo, serão sempre duas opções de terça a sábado, uma delas com bacalhau – sem repetir. A cozinha também disponibilizará receitas portuguesas tradicionais para viagem, como leitão assado, arroz de braga, bolinho de bacalhau e os bacalhaus com natas, à Gomes de Sá e à Verde Gaio (em postas, com cebola, pimentão e batata). O balcão com jeito de delicatessen terá tortinha de bacalhau, polvo à vinagrete, berinjela marinada e cabrito assado, entre outros itens para escolher e levar à balança. “O espírito é de tasca, uma coisa mais descontraída”, resume Quintino. Ele está desenvolvendo outros pratos para a casa (açorda, gratinado de bacalhau, arrozes de pato e de polvo) e também quer produção própria de doces (como pastel de natas).

O Verde Gaio abriu as portas em 1971. Começou na rua Guajajaras e, em 1990, foi para a bela casa de Lourdes onde funcionou até 2013. Não há planos de que o restaurante volte para uma casa, como antes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*